O ano letivo recém começou e algumas escolas já oferecem aulas de reforço. Você pode pensar que é um pouco cedo para isto, mas está enganado. Garantir notas altas no primeiro semestre bem importante para passar de ano. E também devemos lembrar que não estamos na sala de aula somente para sermos aprovados! Afinal, a escola é apenas uma etapa e tudo que aprendemos levamos para a vida!

Nas escolas municipais de Tubarão, existe o programa de atendimento interventivo individualizado. O objetivo é oferecer aulas de reforço aos alunos do 2º ano do ensino fundamental. O programa existe desde 2006, mas antes era oferecido só para as primeiras séries.
“Como foi instituído o ensino de nove anos e evitamos reprovar alunos do 1º ano em 2010, decidimos oferecer aos alunos do 2º ano reforço escolar”, explica a diretora de ensino Angelique de Medeiros.

Na rede municipal, os professores foram contratados para ministrar 30 horas/aulas. As lições são oferecidas individualmente duas vezes por semana. A ideia é oferecer uma atenção especial. Afinal, alguns alunos têm mais dificuldade. Os estudantes têm uma hora para esclarecer dúvidas com os professores.

Para participar das aulas, é necessário um convite do professor. E, quando as dificuldades passarem, o aluno recebe “alta”. Tudo é explicado “tintim por tintim” para os pais, que são chamados nas escola, antes das aulas. “O rendimento muda completamente com as aulas”, avalia Angelique.
Na rede municipal, as aulas ocorrem às terças e quintas-feira. Os professores reúnem-se uma vez por mês para trocar experiências.

O que fazer?
Informe-se na coordenação de sua escola se existem aulas de reforço e quando são realizadas. Se não são disponibilizadas, você pode organizar grupos de estudo com os seus colegas. As suas dúvidas podem ser nas matérias em que eles mais se dão bem.

Porque começar cedo as aulas de reforço

Vamos admitir: sempre tem aquela matéria que é uma “pedra no sapato”. E precisamos nos dedicar mais para aprender. Veja alguns motivos para frequentar as aulas de reforço na sua escola:

• Nem todas as pessoas têm o mesmo ritmo de aprendizagem, algumas demoram mais para aprender.

• Se você não consegue estudar em casa e falta um pouco de disciplina, vale a pena frequentar as aulas.

• Nem todos captam da mesma forma o conteúdo. Algumas pessoas precisam receber uma atenção especial que um professor não pode fornecer em uma classe cheia.

Em busca de novos talentos

Para participar do campeonato da Associação Desportista Sul Catarinense (Adesc), o Colégio Dehon de Tubarão já começou a definir os times das categorias sub-11, sub-13 e sub-15 de futsal. Não dá para perder tempo na hora de procurar novos talentos.
Cerca de 80 alunos participaram de uma peneira na última semana. O colégio possui um time há algum tempo, mas a ideia do professor Marivaldo Oliveira ao convidar os alunos foi renovar o time e buscar jogadores habilidosos. O campeonato regional da Adesc começa no próximo dia 19, em Tubarão.

A história de Tubarão será disciplina

Aprender a história do nosso município é importante. Deve tornar-se lei em breve o ensino da história de Tubarão e potencialidades econômicas e turísticas em todas as escolas do município. Os vereadores já aprovaram o projeto de lei na câmara. Agora, falta a assinatura do prefeito Manoel Bertoncini e a publicação. Algumas escolas já trabalham o conteúdo. Na rede municipal, por exemplo, as crianças já aprendem no 3º ano. Fique ligado!

Fique ligado! Acesse: • Orkut do Notisul • Comunidade do Notisul Escola • Twitter @jornalnotisul