As quadrilhas não podem faltar nas festas juninas. Foto: Prefeitura de Tubarão/Notisul
As quadrilhas não podem faltar nas festas juninas. Foto: Prefeitura de Tubarão/Notisul

Os arraiás ‘invadiram’ as escolas municipais e trouxeram junto os quitutes e trajes típicos! No sábado da próxima semana, será a vez dos alunos e funcionários da Escola João Paulo 1º, Faustino da Luz Patrício e Bom Pastor fazerem a festa.
Os preparativos já começaram. Terá muita pipoca, cocada, cachorro-quente e muitas guloseimas. Dá “água na boca” só de imaginar. Ah, claro! Não dá para esquecer das tradicionais quadrilhas, danças e pescaria. Os arraiás serão abertos a toda a comunidade.
Outras escolas da rede municipal já realizaram a festa, como o Centro Educacional Anjos da Guarda e a Escola Professor Cleto da Silva, que atendem o bairro Guarda Margem Direita. A comunidade compareceu em peso.

Teatro, música e dança mexe com estudantes

Os alunos das 6ª e 8ª séries da Escola Maria Emília Rocha, no bairro Recife, deram um show de dança, música e teatro! Eles participaram de mais uma etapa de apresentações que ocorrem todos os anos na instituição.
Toda a atividade foi organizada pelo professor de educação física da Escola Juvenal Westrupp. Os demais docentes também contribuíram para o espetáculo dos estudantes. Todas as apresentações foram julgadas por uma comissão composta por professores da escola.

Aprender a cultivar alimentos tem que ser na prática!

Em casa ou na escola, sempre há aquele cantinho que não é utilizado. E o que fazer para ocupá-lo de forma útil? Os alunos do Centro Educacional Infantil (CEI) Branca de Neve, no bairro Km 60, em Tubarão, encontraram a solução.
Os pequenos, junto com as professoras, por meio da iniciativa da merendeira Nilma Bittencourt Machado, criaram uma horta. Os alunos plantam e depois podem comer o que cultivaram.

Em um ‘espacinho’ da própria unidade escolar, os estudantes criam diversas hortaliças, como alface, salsa, cebolinha, couve. Ainda há um espaço também reservado para as plantas medicinais, como hortelã e capim limão.
E o projeto não para por aí! Outra escola do município também começou a desenvolver projetos para instalar a horta. As professoras do CEI Mário José Bressan, do bairro Monte Castelo, contam com o apoio de toda a vizinhança, que costuma oferecer alimentos variados para que seja usado na alimentação dos estudantes.