sexta, 22 de fevereiro de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube
48 3053-4400

Lily Farias

Projeto Golfinho

Publicado em 29/01/2019 00h10

Somente nesta temporada o 8º Batalhão de Bombeiros Militar já formou 837 crianças no Projeto Golfinho. O projeto é um programa de atividades educativas voltado para a segurança e os cuidados que devem ser observados nas praias. Tem como finalidade ensinar o público infantil sobre os riscos associados ao banho de mar, além de incentivar e promover atitudes de respeito e convívio harmônico com o meio ambiente. O Projeto Golfinho é promovido pelo Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, durante a Operação Veraneio e já ocorreu em Laguna, Jaguaruna, Imbituba e Garopaba. Para saber se há turmas na praia da sua cidade basta ir até um posto guarda-vidas.  

Centro de Castração de Animais
A implantação de um Centro de Castração de Animais em Imbituba tem sido tema de debate no município. O assunto ganhou destaque nos últimos dias, com a visita do Secretário de Desenvolvimento Sustentável, da Agricultura e da Pesca, Evaldo Espezim, e do Médico Veterinário da prefeitura, Emanoel Matos, à sede do Conselho Regional Medicina Veterinária, em Florianópolis. Os representantes do Poder Executivo Municipal estiveram na Capital em busca de orientações sobre os programas de controle populacional de cães e gatos. Em reunião, o assessor técnico do conselho, Fernando Zacchi, falou sobre a assessoria que o órgão estadual presta na elaboração de projetos sobre o assunto.

Melhorias

Os serviços de duplicação da via e construção de pórtico na entrada de Capivari de Baixo, sem dúvida vão trazer melhorias à cidade. A pista duplicada de entrada, que já recebeu a camada asfáltica, tem sido utilizada como  simples de entrada e de saída, já que a outra pista a ser duplicada, que será somente de saída, está interditada devido às obras.  As alterações são pequenas, mas demandam muita atenção dos motoristas, especialmente nos horários de trânsito intenso, normalmente no início da manhã, ao meio-dia, início e fim da tarde. Agora falta melhorar a tão esperada Avenida Nações Unidas, que dá acesso à Tubarão. 


MIL PALAVRAS
Os Bombeiros que atuam na tragédia de Brumadinho trabalham com salários parcelados e o 13º de 2018 sem previsão de recebimento. ‘Estamos trabalhando como se fossem nossos pais e mães’, diz porta-voz dos Bombeiros. Outros servidores que participam do resgate e do amparo às vítimas, entre eles os policiais civis e profissionais da saúde da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), também estão com os salários parcelados e o 13º salário atrasado. A Secretaria de Estado da Fazenda confirmou ontem, que já tem previsão de acertar os pagamentos. Já são 65 mortos e mais de 280 desaparecidos.

Barragem em Lauro Müller
O portal Spotnicks publicou neste fim de semana um vídeo no qual apresenta, com base em um relatório da Agência Nacional de Águas, uma relação de barragens de rejeitos de minério que estariam sob risco Brasil afora. De Santa Catarina é citada a Barragem Novo Horizonte, em Lauro Müller, de responsabilidade da Carbonífera Catarinense. Foi nessa barragem que ocorreu em 2015, um caso de vazamento de rejeito que atingiu o Rio Tubarão, gerando um posterior alerta ambiental e que segundo a ampresa os danos foram rapidamente contornados.  

Na íntegra
 A Carbonífera Catarinense Ltda. vem a público prestar esclarecimentos a respeito das barragens de mineração da empresa em Lauro Müller (SC). Ambas as barragens estão em fase de descomissionamento (desativação). A barragem Novo Horizonte atualmente encontra-se com apenas 4,5% da área original em operação, em uma área de aproximadamente 100 m². Já a barragem Boa Vista não se encontra mais em operação e está totalmente aterrada. As estruturas foram vistoriadas em novembro do ano passado pelos órgãos competentes. A companhia atende todos os requisitos legais estabelecidos. 

Samu ou Bombeiros?
O Governador Moisés aprovou uma lei que permite aos pacientes atendidos pelosBombeiros ou  Samu de Santa Catarina escolher se querem ser encaminhados para um hospital particular ou público.  Antes os paciente só poderiam ser levados a hospitais públicos. De acordo com o autor da lei, deputado Jean Kuhlmann (PSD), “isso evita que a pessoa que tem plano de saúde vá para um hospital público e ocupe o lugar de quem precisa do SUS e garante um atendimento melhor para quem depende da saúde pública”. 


VOLTAR
Notisul - Um Jornal de Verdade
LIGUE E ASSINE (48) 3053-4400 Rua Ricardo José Nunes, 346 - Jardins de Pádova - Santo Antônio de Pádua - CEP: 88701-571 - Tubarão/SC
Copyright © Notisul - Um Jornal de Verdade 2017. Desenvolvido por Demand Tecnologia e Bfree Digital