sexta, 22 de fevereiro de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube
48 3053-4400

Lily Farias

Agora é a vez do MP

Publicado em 26/01/2019 00h10

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), abriu um inquérito civil para apurar se de fato, há irregularidades na fatura de energia emitida pela Celesc neste mês. A Concessionária justifica a alteração no aumento do consumo de energia registrado no período de leitura em cada unidade consumidora. Por outro lado, os consumidores afirmam que o consumo continuou no ritmo dos meses anteriores. O MPSC convocou para esta segunda-feira (28), uma reunião entre Celesc, Procon municipais e estadual, como o objetivo de constatar as medidas que são tomadas para ajudar os consumidores que se sentem lesados.  O órgão pretende enviar ainda, na segunda-feira, um ofício pedindo explicações à Celesc. Caso a Concessionária dê uma resposta, o MPSC poderá intervir e fazer uma perícia técnica para analisar se houve equívoco no sistema de cobrança da Celesc durante o período.

Missão Israel 2019
Será nesta segunda-feira (28), na ACIT, a reunião para apresentação oficial da programação da Missão Israel 2019. A missão ocorrerá em março, com o objetivo de gerar oportunidades de negócios com ênfase nos segmentos de Saúde, Agronegócios, Educação/Inovação e Segurança. No roteiro estão inclusas visitas técnicas e fomento de negócios, visitas técnicas ao ecossistema de Inovação e Tecnologia, participação (opcional) na feira Med In Israel, um dos maiores eventos mundiais em Tecnologia da Saúde. A reunião está marcada para as 19h e será aberta a todos os interessados. Haverá uma videoconferência com o Vice-presidente da Câmara Brasil/Israel do Rio de Janeiro e empresário da Provide Consultoria, Rafael Gregório Vulej. A missão é uma realização da Associação em parceria com o Governo de Tubarão, Unisul, Hub Saúde, com o apoio do Consulado de Israel, da Câmara de Comércio Brasil Israel, Fiesc (Federação das Indústrias de SC) e Acate (Associação Catarinense de Tecnologia).  

Despedida
Tubarão perdeu nesta sexta-feira, um dos empresários mais queridos da cidade e também parceiro do Notisul. Marco Falchetti, proprietário da Mtisul. Ele foi internado na Socimed na quinta-feira à noite e morreu na sexta por volta das 7h. Antes de vir para Tubarão, Marco estava internado em São Paulo, onde também fazia tratamento. Há cerca de um ano descobriu um câncer no estômago. O corpodo empresário foi velado na capela da funerária Santa Rita e ele foi sepultado no Cemitério Horto da Saudade. Ele tinha 55 anos, deixa esposa e dois filhos.  

Gerências de Saúde

O deputado estadual eleito Felipe Estevão (PSL) foi convidado a ouvir as servidoras de carreira da Gerência de Saúde de Tubarão, após rumores de que o órgão pode deixar de existir depois da extinção das Agências de Desenvolvimento Regional. Felipe disse que no começo do ano teve o cuidado de visitar a gerência, conhecendo melhor o trabalho e as atividades das servidoras. “Também já tive a oportunidade de conversar a respeito do assunto com o secretário da Casa Civil, Douglas Borba, que me garantiu que a situação ainda não chegou ao Governador, visto que o novo modelo para SC ainda está em estudos na Secretaria Estadual da Saúde”. O Prefeito de Tubarão, JoaresPonticelli e o vereador Dalton Marcon também participaram da reunião. 

Reivindicação 
Durante a semana, o deputado eleito Volnei Weber (MDB), participou de uma reunião com o superintendente do DNIT-SC, Ronaldo Carioni.  Em pauta a solicitação de uma saída na BR-101 próximo ao Shopping Atacado, em Maracajá. “O acesso ao shopping é muito distante e isso acaba influenciando na diminuição de clientes. Inicilamente o DNIT não estava aberto a conversas, mas já demos um passo e as coisas se adiantaram”, contou. 

População em 1º lugar 

Volnei também se manifestou sobre os rumores da extinção das Gerências de Saúde, diz que está preocupado com os funcionários efetivos, mas também se preocupa com as dificuldades que a população vai encontrar se a gerência for de fato extinta. “Assim que assumir no dia 1º de fevereiro irei ver todos os detalhes para saber até que ponto é verdade todos esses rumores. O melhor caminho é dialogar com as lideranças da saúde e discutir o que é melhor para a população”.  

Repasses 

A Secretaria Judiciária do Tribunal Regional Eleitoral apresentou  o balanço das atividades judiciais de 2018. Ao todo, foram 1249 processos julgados pelo Pleno e 1141 decisões monocráticas.  Há ainda 811 processos pendentes de julgamento, dos quais 96% são prestações de contas de candidatos não eleitos em 2018. O tempo médio de tramitação dos processos julgados em 2018 foi de 35 dias. Os registros de candidatura levaram 27 dias, as prestações de contas, 19 dias e as representações, 10 dias.



VOLTAR
Notisul - Um Jornal de Verdade
LIGUE E ASSINE (48) 3053-4400 Rua Ricardo José Nunes, 346 - Jardins de Pádova - Santo Antônio de Pádua - CEP: 88701-571 - Tubarão/SC
Copyright © Notisul - Um Jornal de Verdade 2017. Desenvolvido por Demand Tecnologia e Bfree Digital