domingo, 16 de dezembro de 2018
Facebook Instagram Twitter Youtube
48 3053-4400

Lily Farias

“Nada a ver com cassação”, diz o ex-vereador Lucas Esmeraldino

Publicado em 29/11/2018 00h10

Os rumores de que Lucas Esmeraldino renunciou ao mandato de vereador para não ser cassado estão cada vez mais fortes. Mas de acordo com a assessoria de imprensa do político, a renúncia ocorreu antes do primeiro julgamento no processo proposto pelo PSDB, em março, quando ao deixar a sigla e aceitar convite de Jair Bolsonaro, assinou ficha de filiação ao PSL e assumiu a presidência do partido estadual. Portando, conforme a assessoria, a renúncia não há relação com a referida ação, mas sim por estar inserido em um projeto maior para a região de Tubarão e Santa Catarina, nas ações de ajuda ao governador eleito, Carlos Moisés da Silva, e principalmente ao país, atuando em nome do presidente eleito, Jair Bolsonaro. Na nota emitida pela assessoria, é salientado que Lucas produziu, no processo, provas que poderiam comprovar justa causa para sua saída do PSDB, o que lhe garantia o mandato de vereador, mas desde sempre demonstrou que não desejaria prolongar este imbróglio jurídico.

Rede de ensino
O diretor-presidente da Fundação Municipal de Educação (FME) em Tubarão, Maurício da Silva, apresentou, na última semana, uma proposta ao Conselho Municipal de Educação que objetiva reformular o sistema de avaliação do ensino e da aprendizagem da rede municipal da Cidade Azul. A medida faz parte das ações que visam melhorar as notas dos alunos no Ideb.

Mais fiscalização

Na sessão de segunda-feira, o vereador de Tubarão, Gelson Bento, enviou requerimento ao tenente-coronel Sílvio Roberto Lisboa, comandante do 5º BPM, solicitando que a polícia tome providências junto aos setores competentes, para que seja realizado uma fiscalização mais rigorosa de motocicletas que circulam diariamente com ‘cano de descarga aberto’, provocando ruídos exagerados e perturbadores à população.
Gelson disse que o objetivo é inibir esses condutores de circularem com a descarga adulterada e reduzir a poluição sonora.

Mutirão
O vereador Gilmar Machado, também de Tubarão, solicitou ao Executivo que efetue um mutirão envolvendo a Celesc, Anatel, Anel, empresas de telefonia, TV a Cabo, Internet, entre outras, para fazer a manutenção nos fios pendurados e abaulados em todos os postes da cidade. Além da poluição visual, Gilmar justificou o pedido focando na prevenção de acidentes com pessoas e, até mesmo, veículos que passam sob este material, rebaixado e emaranhado.
“Sem falar no transtorno de quando fios são arrebentados e provocam a queda de internet e linhas telefônicas, deixando as empresas no prejuízo”, completou.

Está sobrando vagas

O curso de Informática do Cedup de Tubarão precisa de seis alunos para fechar a turma para 2019. A data da matrícula é até amanhã e as aulas são 100% gratuitas. O problema é que sem essas seis vagas preenchidas, o curso não irá acontecer. Agora é correr contra o tempo. Mas com toda a polêmica de encerramento de cursos nos Cedups, pelo Estado, para reduzir orçamento, é de se questionar o porquê estão sobrando estas vagas: Falta de divulgação? Desinteresse da população? Bem... Quem quiser se inscrever basta ir até o Cedup, na rua Júlio Boppré, 1280 - bairro Santo Antônio de Pádua, ou contatar no (48) 3631-9706.

Venceu a chapa 81

Com 50,30% dos votos válidos, Rafael Horn, candidato da Chapa 81 - Advocacia Unida, foi eleito presidente da OAB/SC na tarde de ontem. Atual tesoureiro da entidade, Horn comandará a advocacia catarinense no triênio 2019/2021. No total, 24.304 advogadas e advogados votaram nessas eleições em todo o Estado. A diretoria da OAB/SC também será composta por Maurício Voss, como vice-presidente; Eduardo Mello, secretário-geral; Luciane Mortari, secretária-geral adjunta e Juliano Mandelli, tesoureiro.

Academia Catarinense Maçônica de Letras

O professor universitário Emilson Alano de Carvalho foi admitido na Academia Catarinense Maçônica de Letras e assumiu a cadeira de número três, que tem como patrono o professor Elpídio Barbosa. Emilson diz que o reconhecimento veio pelos livros lançados, principalmente pelo último, intitulado de “Maçonaria: fraternidade ecumênica”, disponível desde o início do ano. A cerimônia de posse foi ontem, em Florianópolis, no Templo Monte Verde. O escritor é natural de Bom Jardim da Serra, mora em Tubarão há muitos anos e recentemente recebeu o título de cidadão tubaronense.

Dever de casa

“E, se a força da internet ainda não havia convencido o universo político, as eleições de 2018 provaram que sim, chegou a vez do digital, principalmente se o candidato fez o dever de casa”. A opinião é do jornalista Marcelo Tolentino, em um artigo sobre a era digital que a política está passando.


VOLTAR
Notisul - Um Jornal de Verdade
LIGUE E ASSINE (48) 3053-4400 Rua Ricardo José Nunes, 346 - Jardins de Pádova - Santo Antônio de Pádua - CEP: 88701-571 - Tubarão/SC
Copyright © Notisul - Um Jornal de Verdade 2017. Desenvolvido por Demand Tecnologia e Bfree Digital