quinta, 22 de agosto de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube
48 3053-4400

Inteligência Financeira - Camila Scussel

Selic caiu mais ainda - entenda no que isso te afeta

Publicado em 02/08/2019 00h12

Boas notícias para a economia nacional essa semana: Selic caiu para 6% ao ano. E se você acha que isso não te afeta em nada, continue lendo e entenda um pouco mais sobre como isso afeta a todos nós (atenção especial para o último item).

O comitê de políticas monetária cortou, na última quarta-feira, meio por cento da taxa Selic anual, que há mais de um ano vinha se conservando em 6,5% ao ano.

Taxa Selic é a taxa básica da economia, todas as outras taxas giram em torno dela. Quando a Selic está em baixa, a inflação também está, e isso o que demonstra que a economia está equilibrada e demonstrando sinais de recuperação. A meta da inflação para o próximo ano é de 4% ao ano.  
Todo mundo sabe o que é inflação, certo? São aqueles bichinhos que mudam as etiquetas de preços de noite, quando não tem ninguém olhando, e sempre pra cima. Inflação baixa significa, entre outras coisas, que o aumento do preço dos itens não será tão expressivo.

“Mas Camila, vivem dizendo que a inflação está baixa, e ainda assim as coisas aumentam de preço”. Os índices inflacionário oficiais são medidos com base na média do aumento de preço de uma cesta de produtos. Dessa forma, produtos que não fazem parte dessa cesta não vão refletir o índice de inflação oficial. Além disso, é importante atentar que se trata de uma média, alguns produtos tem uma variação de preço maior e outros menor. 

Mas não são apenas o preço dos produtos nos supermercados que são afetados pela taxa Selic. Conforme já falamos, a taxa Selic em baixa sinaliza uma economia equilibrada. Isso estimula a expansão de grandes empresas, o que resulta em uma maior oferta de posto de trabalho. A expansão dessas grandes empresas, oportuniza a abertura de pequenas e medias empresas que fornecem suprimento para as grandes, ou para seus funcionários. Ou seja, outros tantos postos de trabalho são criados.

Por fim, mas não menos importante, tem-se o incentivo aos investimentos. Quem não sair da caderneta de poupança agora merece um puxão de orelha. Explico: a sempre que a Selic estiver abaixo de 8,5% ao ano, a poupança rende 70% da Selic mais TR (TR significa taxa referencial, é uma taxa tão baixa que é mais fácil traduzir a sigla para taxa ridícula). Com a Selic a 6,5% ao ano, como estava até quarta-feira, a poupança que estava rendendo 0,2% ao ano mais do que a inflação, vai conseguir ser render menos ainda. 

“Tá, Camila, mas então eu sair da poupança e ir para a renda variável, porque se a Selic tá em baixa a renda fixa não compensa né? Li isso na internet”. A internet tem coisa boa, mas também tem um monte de bobagens, filtre bem tudo o que lê. Todos os dias tem sites, youtuber e blogueiros querendo te incentivar a ir para a renda variável. Por quê? É que você paga taxas quando investe em ações e quando não sabe o que está fazendo paga muita taxa. Bolsa de valores não é nenhum cassino, e acima de tudo não é lugar para principiantes. E se pensou em investir por fundos de investimentos, é necessário que você entenda como esse tipo de investimento funciona (na maior parte das vezes funciona como um cavalo de troia).

Quem quiser saber um pouco mais sobre o assunto investimentos, no meu Instagram @planejamento_financeiro_camila tem bastante conteúdo que pode te ajudar, inclusive um ebook gratuito para evitar mancadas. Caso prefira, peça pelo WhatsApp: (48) 99974-0804. Contate-me sempre que precisar. Boas escolhas a todos.


VOLTAR
Banner ServerDo.in
Banner ServerDo.in
Notisul - Um Jornal de Verdade
LIGUE E ASSINE (48) 3053-4400 Rua Ricardo José Nunes, 346 - Jardins de Pádova - Santo Antônio de Pádua - CEP: 88701-571 - Tubarão/SC
Copyright © Notisul - Um Jornal de Verdade 2019.