sábado, 24 de agosto de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube
48 3053-4400

Inteligência Financeira - Camila Scussel

Pagar taxas a bancos é coisa do passado

Publicado em 12/01/2019 00h28

Impressiona-me ver a quantidade de pessoas que ainda pagam taxas elevadas de manutenção de conta corrente. Taxa essa que, convenhamos, não faz muito sentido. Afinal, que “manutenção” é essa que temos que pagar? Por acaso alguém vai lá com uma chave de fenda apertar os parafusos da conta corrente?

Essa cobrança poderia ser coerente em um passado remoto, em os seres humanos frequentavam bancos e iam para as filas do caixa para fazer depósitos e pagamentos. Sim, extraordinariamente isso já aconteceu. No caminho as pessoas iam desviando de fogueiras e não raro encontravam alguns dinossauros.

Brincadeiras à parte, a grande verdade é que atualmente é raro precisarmos ir ao banco. Resolvemos tudo pela internet, aplicativos ou pelos terminais de autoatendimento. Isso diminui consideravelmente os custos do banco. As taxas são mantidas por conta de algumas pessoas - e eu sei que infelizmente ainda são muitas - que insistem em não confiar em aplicativos e internet para fazer serviços bancários, como se o risco de ser assaltado saindo do banco fosse menor do que usar aplicativos e cartões.

Os bancos são instituições gigantescas, eles investem milhões em segurança da informação. Algumas práticas que nos cabem, como ter uma senha forte, acessar a internet banking sempre dispositivos próprios com antivírus instalados, ajudam a minimizar ainda mais os riscos. Obviamente, você não vai anotar sua senha do banco na parede, nem vai passar seu cartão de crédito para quem você não conhece ou em sites que não são seguros. Um adesivo cobrindo o código de segurança do cartão, ou até mesmo a raspagem dele, são atitudes simples que também evitam que você seja vítima de algum golpe.

Cumprindo esses cuidados básicos, estatisticamente o risco de você bater o carro enquanto estiver indo ao banco, de sofrer um assalto, e até mesmo de ser morto nele, é muito maior do que ter seu cartão clonado ou seu dinheiro da conta roubado.

Posto isso, se vamos pouco ao banco, porque continuamos pagando taxas altas? Com a chegada dos bancos digitais essa necessidade de pagar tarifa para ter uma conta corrente ficou no passado. Mesmo para quem prefira os grandes bancos de varejo, se movimenta pela internet e pelos terminais de autoatendimento, é possível que não precise pagar tarifas bancarias. A resolução 3518 de 2007, emitida pelo Banco Central do Brasil, exige que os bancos disponibilizem uma cesta de serviços básica gratuitamente. Nessa cesta de serviços é limitado o número de saques, de transferências, e de extrato no caixa eletrônico. Porém, exige que o banco forneça um cartão de débito e internet banking. Convenhamos: cartão de débito, quatro saques por mês e internet banking já resolve a “vida bancaria” de muita gente. Logicamente o banco não vai te ligar e dizer “olha, seu Joaquim, venha o quanto antes ao banco mudar a sua conta para uma cesta inteiramente gratuita”.

E se o banco me negar? Você pode argumentar que conhece a resolução. Se continuarem negando você deve procurar outro banco. Não hesite em denunciar para o Banco Central caso seu banco realmente descumpra a resolução (o que acredito que seja pouco provável que o façam).

Se seu banco está cobrando tarifas gordas, antes de qualquer coisa, busque conhecer a resolução para saber se ela atende as suas necessidades (joga no Google e lê, são só sete folhas). Busque também conhecer os preços das cestas de outros bancos. Se concluir que seu banco realmente está cobrando demais, tente negociar com eles, caso tenha um bom atendimento no banco. Agora se o serviço é ruim e ainda caro, nem perca tempo. Troque já.

Para saber mais sobre inteligência financeira, siga-me nas redes sociais:

YouTube: bit.ly/juroquedacerto;  
Facebook.com/juroquedacerto;
Instagram: @camilascussel.


VOLTAR
Banner ServerDo.in
Banner ServerDo.in
Notisul - Um Jornal de Verdade
LIGUE E ASSINE (48) 3053-4400 Rua Ricardo José Nunes, 346 - Jardins de Pádova - Santo Antônio de Pádua - CEP: 88701-571 - Tubarão/SC
Copyright © Notisul - Um Jornal de Verdade 2019.