Início Geral Imbituba alerta para presença do caramujo africano e risco à saúde

Imbituba alerta para presença do caramujo africano e risco à saúde

Foto: Prefeitura de Imbituba - Divulgação: Notisul Digital

A Diretoria de Vigilância em Saúde de Imbituba emitiu um alerta à população sobre a presença do caramujo gigante africano (Achatina fulica) na região. Este molusco, uma praga comum nas áreas costeiras de Santa Catarina, pode transmitir vermes causadores de graves infecções intestinais, esquistossomose (barriga d’água), meningite e até levar à morte.

Risco à saúde pública

O caramujo africano, através do seu muco, pode transmitir vermes que causam doenças graves. Os vermes se desenvolvem entre os caramujos, que são hospedeiros intermediários, e os roedores urbanos, que são os hospedeiros definitivos. Humanos são hospedeiros acidentais, contaminando-se geralmente pelo consumo de alimentos contaminados.

  • Infecções intestinais
  • Esquistossomose (barriga d’água)
  • Meningite
  • Risco de morte

Coleta de caramujos em postos de saúde

A população pode levar os caramujos coletados aos Postos de Coleta em diversos bairros, onde serão eliminados de maneira segura.

  • Postos de Saúde nos bairros:
    • Roça Grande
    • Guaiúba
    • Campo da Aviação
    • Paes Leme
    • Vila Alvorada (Aguada)
    • Nova Brasília
    • Campestre
    • Alto Arroio
    • Centro
    • Ibiraquera

Denúncia de terrenos baldios infestados

Terrenos baldios infestados devem ser denunciados à Ouvidoria Municipal. O proprietário será notificado para realizar a limpeza e, em caso de não cumprimento, poderá ser autuado.

Forma correta de recolher e controlar os caramujos

  1. Use luvas de borracha ou sacos plásticos para pegar os caramujos manualmente ou com uma pá.
  2. Recolha também os ovos que estejam semienterrados.
  3. Incinere os caramujos, quebre as conchas e enterre-as.
  4. Caso não possa incinerar, leve os caramujos aos pontos de coleta para incineração pelos órgãos competentes.
  5. Descarte as luvas e lave bem as mãos.
  6. Repita o processo sempre que novos caramujos aparecerem.

Cuidados com a higiene

  1. Mantenha o terreno limpo e organizado, livre de entulhos.
  2. Lave bem frutas, legumes, hortaliças e verduras.
  3. Não consuma os caramujos.
  4. Em caso de dúvidas, entre em contato com a Vigilância em Saúde pelo telefone 3355-8100 ramal 8359.
Sair da versão mobile