Tubarão

Os candidatos que concorrem a cargos eletivos em outubro já conhecem as necessidades da região sul catarinense. Eles receberam a listagem ontem, na Associação Empresarial de Tubarão (Acit), em mais um encontro à continuidade a campanha Voto regional: a força do Sul nas urnas.

O encontro também serviu para o lançamento da cartilha Voz Única. O conteúdo é composto por uma série de ações e atitudes que precisam ser realizadas em nível federal e estadual para que Santa Catarina tenha a garantia do desenvolvimento socioeconômico nos próximos anos.

As reivindicações, tanto da campanha do Voto regional quanto da cartilha, foram elencados a partir da ótica das Associações Empresariais, por meio da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), com ênfase para os pleitos do sul. As duas iniciativas estão focadas na valorização do voto, na aproximação entre as classes empresarial e política e no fortalecimento da representatividade pelo desenvolvimento.

“Temos, com isso, a oportunidade de mostrar à classe política que estamos cada vez mais unidos e, por isso, fortalecidos em nossos pleitos”, considera o presidente da Acit, Eduardo Silvério Nunes. Atualmente, a Facisc está em 145 cidades e aglutina quase 25 mil empresas e em torno de 60 mil empresários.

As reivindicações – Alguns pontos focados à Amurel

• Agência bancária em Sangão e instalação de lombada eletrônica próximo à prefeitura;
• Agilidade na liberação de recursos necessários em caso de declaração de estado de calamidade em Tubarão;
• Anéis viários em Braço do Norte e Jaguaruna e implantação da ciclovia entre Braço do Norte a São Ludgero;
• Apoio do governo do estado para novos investimentos no setor industrial;
• Asfaltamento Balneários Campo Bom, Esplanada e Retiro (Jaguaruna);
• Asfaltamento do acesso Sangão-Balneário Campo Bom;
• Asfaltamento e revitalização do centro de Jaguaruna e sua ligação asfáltica ao Aeroporto Regional Sul;
• Asfaltamento entre Santa Rosa de Lima e Anitápolis; entre São Martinho e São Bonifácio; e entre Grão-Pará a Serra do Corvo Branco;
• Implementação da Região Metropolitana de Tubarão;
• Comprometimento com a manutenção da Barra do Camacho;
• Conclusão das obras de duplicação da BR-101 e do Aeroporto Regional Sul (com a inclusão do terminal de cargas);
• Construção da Arena Multiuso em Tubarão e do Centro de Eventos nas Termas de Gravatal;
• Construção de uma ciclovia entre o centro de Jaguaruna a praia do Arroio Corrente;
• Criação de barreiras para proteger as indústrias dos produtos importados da China, entre outros países, e com preços fora de mercado;
• Criação do Balneário Público e um fontanaro para a população usufruir da água mineral em Gravatal;
• Criação do Plano Estratégico de Turismo para a região;
• Dar iguais condições de competição a todas as empresas por meio do exercício de uma fiscalização mais eficiente e abrangente;
• Despoluição da Lagoa Santo Antônio dos Anjos, em Laguna e a não efetivação das Reservas Extrativistas (Resex) na região;
• Duplicação do acesso norte de Imbituba à BR-101;
• Efetivação da Rodovia Interpraias e do Presídio Regional Sul de Tubarão (com a implementação do Galpão de Ressocialização);
• Estruturação dos Hospitais de Braço do Norte, Imbituba, Jaguaruna, Laguna e Tubarão;
• Estruturação dos Portos de Laguna e Imbituba e expansão da malha ferroviária;
• Instalação de câmeras de segurança em Tubarão, aumento de efetivos e incremento de equipamentos das polícias;
• Ligação rodoviária do oeste catarinense, da BR-282 ao Porto de Imbituba (pela Serra do Corvo Branco);
• Novas pontes em Tubarão (nos bairros Centro e Guarda e ligação com Capivari de Baixo);
• Pavimentação dos trechos Pedras Grandes-Orleans e Tubarão-Laguna e efetivação do Roteiro Turístico Serramar;