Bertoldo Weber
Braço do Norte

Foi iniciada a distribuição das primeiras mudas do Viveiro Florestal de Espécies Nativas, resultado da parceria entre a secretaria de agricultura e meio ambiente de Braço do Norte, Afubra e Cerbranorte. O associado da cooperativa, Satiro Soethe, da comunidade Rio Santo Antonio, em Braço do Norte, retirou recentemente as primeiras mudas nativas. O projeto ajudará a reflorestar as áreas degradadas da região. “Foi um passo importante, apesar de sabermos que a necessidade de reflorestar é uma preocupação geral”, enfatizou.

As primeiras 500 mudas retiradas serão usadas para reflorestar uma área em Rio Santo Antonio. “Trata-se de uma recomendação do Ibama, com acompanhamento do engenheiro agrônomo Alison Pereira da Silva, da secretaria da agricultura e meio ambiente. Isso nos deixa satisfeitos por realizarmos uma ação que proporcionará melhorias ao futuro”, ressaltou.

A parceria foi firmada em outubro de 2007 e possibilitará a produção de 45 mil mudas de árvores nativas por ano. O viveiro possui 600 metros quadrados e foi disponibilizado pela Cerbranorte, que também fica responsável pela manutenção das condições ideais à produção contínua das mudas.

Campanhas de doação de mudas e projetos de recuperação de áreas degradadas serão desenvolvidos pela secretaria de agricultura e meio ambiente e escolas-pólo parceiras do Programa de Ação Sócio-Ambiental da Afubra. Cerca de 10% das mudas serão doadas pela Afubra para projetos ambientais. A Afubra doa as sementes de árvores nativas e a parte técnica é oferecida pela prefeitura.

O presidente da Cerbranorte, Evanísio Uliano, mostrou satisfação com a parceria e ressaltou que um projeto ambiental sempre esteve nos planos da cooperativa. “Começamos a pensar na construção do viveiro assim que iniciamos a construção da usina PCH Capivari. Agora surgiu a oportunidade e a abraçamos, pois beneficiará toda a região”, ressalta.