O Programa de Orientação de Carreiras (POC) da Unisul, em Tubarão, oferecerá aconselhamento profissional aos estudantes do ensino médio durante os dias 25 e 26 de setembro na Vitrine das Profissões. “O objetivo não é trazer certezas aos estudantes, mas sim, mostrar caminhos que podem ser seguidos. 

O autoconhecimento é o que o POC busca incentivar já que esse é o primeiro passo para fazer uma escolha tão importante como a carreira profissional”, destaca Sâmia Rahim, uma das orientadoras do projeto.

A acadêmica de psicologia e integrante do POC, Amanda Corrêa Cascaes, revela que para este ano o programa traz uma novidade. “Foi desenvolvido um jogo do qual o estudante pode participar para compreender melhor o que envolve a escolha profissional e o que ele deseja realizar nela. Essa interação possibilita se conhecer melhor e utilizar o evento para esclarecer dúvidas nos cursos que já tem interesse”, descreve.

O jogo

Sâmia esclarece que o jogo se assemelha a um tabuleiro em escala maior para que o estudante seja uma peça que percorre um caminho de reflexão sobre a escolha profissional. E a cada casa pela qual o jovem passar, irá se deparar com perguntas e reflexões sobre as questões conflituosas e pertinentes que surgem por conta da pressão dessa fase de mudanças no fim do ensino médio.

“O jogo ainda não foi batizado, mas, é o resultado de um trabalho que vem sendo desenvolvido com base nos trabalhos e atendimentos que o POC tem prestado. Ele nasceu do interesse de realizar algo lúdico para despertar nos estudantes, que passam por um momento de incertezas, a escolha do futuro profissional e para promover reflexão e autoconhecimento nesse processo”, destaca a coordenadora.

Como participar?

Para participar das orientações de carreira durante a Vitrine das Profissões não é preciso se inscrever previamente, basta comparecer no espaço do POC durante o evento e informar o interesse. Haverá 15 integrantes do programa, incluindo as professoras orientadoras e os acadêmicos de Psicologia que integram o projeto, para oferecer apoio aos estudantes do ensino médio de escolas públicas e particulares de toda a região. As atividades serão desenvolvidas em todos os turnos do evento conforme a demanda.

“As pessoas precisam perceber que a escolha da profissão é um projeto de vida. E que esse processo envolve perceber que habilidades a pessoa tem, quais ela deseja desenvolver, do que precisa abrir mão e o que pode manter em determinada carreira, conhecendo o trabalho como um todo. Isso possibilita entender que a escolha do curso é parte da profissão e completa um todo que fará parte da vida e da identidade desse adolescente no futuro”, finaliza Valdirene Bruning de Souza, uma das orientadoras do POC.