Uma professora que atuava nas séries iniciais na rede pública de Braço do Norte, veio a óbito neste domingo (11). Marisséia da Rosa, de 49 anos, foi mais uma vítima da covid-19.

A professora tinha pressão alta passou pela triagem e, no dia 31 de março, descobriu que estava com coronavírus. Iniciou o tratamento em casa onde permaneceu até a terça-feira (6) quando precisou ser internada. Marisséia foi levada para o Hospital Santa Teresinha em Braço do Norte após ter o quadro clínico agravado.

No dia em que recebeu a confirmação de que havia contraído o vírus, ela postou um relato em suas redes sociais. Em desabafo a professora falou como foi se tornar “um número”. Além disso, contou como se sentiu no momento em que recebeu o diagnóstico positivo para a covid-19.

“É hoje também fui diagnosticada com a covid-19. Não participei de aglomerações, não fui a festinhas, somente saí de casa o estritamente essencial é para o trabalho, tomava todos os dias os cuidados e segui a risca o protocolo de segurança. Confesso que na hora que recebi o resultado foi um choque, não que eu achava que não iria me infectar, mas por pensar nas pessoas que tive contato sem saber que estava com o vírus. Estou em casa tomando todos os cuidados e pedindo a Deus que passe, que nos abençoe com a cura”.

Muito querida pela comunidade docente, Marisséia recebeu diversas homenagens por meio das redes sociais de alunos, familiares e colegas de trabalho. Entre as mensagens, uma dizia que a professora teve “lindamente, a grande oportunidade de fazer de seu sonho realidade”, e que ficarão as boas lembranças, e que por onde passou, ficou marcas de sua atuação docente.

Por conta do protocolo da covid-19, o velório, as orações e o sepultamento, ocorreram na amanhã de hoje, às 9h, direto na Capela do Cemitério de Braço do Norte. Uma cerimônia ocorreu em local aberto e com todos os cuidados e distanciamento.

Além das homenagens nas redes sociais, o irmão de Marisséia, Jorge Henrique da Rosa, contou que alunos e colegas de trabalho da professora prestaram homenagens na despedida nesta manhã. “Ela era muito querida principalmente pelas crianças que deixaram diversas mensagens de carinho”, emociona-se.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul