A violência contra a mulher e feminicídio é tema de uma audiência pública que será realizada no auditório da Unisul no próximo dia 8. A iniciativa que tem mobilizado profissionais de diversos órgãos faz parte de um roteiro macrorregional que já passou por Florianópolis e Joinville também passará por Blumaneu, Lages e Chapecó.

As audiências foram propostas pela deputada estadual Marlene Fengler, que faz parte da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc).

Segundo a parlamentar, integrar as iniciativas que são colocadas em prática é fundamental para que haja um encaminhamento efetivo de políticas públicas mais eficientes e com menor custo para o Estado. Ela defende um debate amplo sobre a questão com participação da sociedade e de representantes de instituições que tratam da questão da violência contra as mulheres como o Tribunal de Justiça, Ministério Público e o Ministério Público de Contas, universidades, Ongs, Polícias Civil e Militar, entre outras instituições.

Tubarão tem atuado de maneira mais intensiva no combate a violência contra a mulher desde o mês de março, quando ocorreu o lançamento do programa Rede Catarina de Proteção à Mulher. A prefeitura é parceira na iniciativa idealizada pela secretaria de Estado de Segurança Pública através de atendimento na Fundação Municipal de Desenvolvimento Social (FMDS).