#Pracegover Foto: Na imagem o padre Eugênio Kinceski está com um pacote de presente na mão. Recebido em abril do ano passado por causa de seu aniversário

O vigário paroquial da Catedral Diocesana de Florianópolis, Eugênio Kinceski, de 79 anos, morreu nesta sexta-feira (28), vítima do novo coronavírus. O padre estava internado no Hospital Caridade, na capital desde o último dia 4.

O sepultamento ocorreu no Cemitério do Itacorubi. O sacerdote nasceu em 9 de abril de 1941 em Florianópolis. Durante a infância, adolescência e juventude, ele participava da vida paroquial da Catedral de Florianópolis. Foi ordenado padre em julho de 1971.

Ele atuou em Paulo Lopes e também em Garopaba. Foi pároco da Paróquia São Judas Tadeu, em São José de 2002 a 2014. Desde 2015, era vigário na Catedral de Florianópolis.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul