#ParaTodosVerem Na foto, um gavião-carijó que foi resgatado às margens da BR-101
O filhote da gavião-carijó foi resgatado sem ferimentos aparentes. Ele ficará em observação no Parque Ecológico de Maracajá antes de ser solto na natureza - Foto: PRF | Divulgação

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizaram um resgate incomum na manhã desta terça-feira (28): um filhote de gavião-carijó. A pequena ave, de aproximadamente 200 gramas, estava desorientada às margens da rodovia, no trecho de Maracajá. A dois metros dela, carretas que trafegavam com mais de 40 toneladas. Os policiais estavam em rondas quando viram a cena. Um deles desceu da viatura e colocou gentilmente a própria jaqueta sobre o bichinho, para o capturar. A ave não tinha ferimentos aparentes e foi levada à Polícia Militar Ambiental do Parque Ecológico de Maracajá para uma primeira avaliação. O mais provável é que o gavião tenha colidido contra um veículo.

O gavião-carijó é encontrado em todo o território brasileiro e tem enorme habilidade para caça. Nos últimos anos, a espécie passou a buscar centros urbanos por conta da oferta de alimento fácil, como insetos e roedores. Os filhotes da espécie começam a voar a partir dos três meses de vida, e não raro se envolvem em colisão com áreas envidraçadas, linhas de pipa ou fios de eletricidade. Em inglês, o gavião-carijó é chamado de roadside hawk, que em tradução livre significa gavião de beira de estrada. É nas margens das rodovias que a ave, de visão até oito vezes mais aguçada que a humana, aguarda a travessia de pequenos animais para caçar.

Fonte: Polícia Rodoviária Federal
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul