Uma câmera de monitoramento flagrou o momento em que o helicóptero da empresa Avalon Táxi Aéreo caiu em Joinville, no Norte de SC, na tarde de quinta-feira (8). A aeronave foi sequestrada em Penha, a 70 km de Joinville, caiu na servidão Adenilda Roeder, no bairro Paranaguamirim, e pegou fogo. Veja o vídeo:

A queda provocou a morte do piloto Antônio Mário Franco Aguiar, de 57 anos, e o auxiliar de voo Bruno Siqueira, de 20 anos, e de um dos sequestradores. O sobrevivente, Daniel da Silva, de 18 anos, que é detento do semiaberto, está internado em estado delicado. Ele foi preso em flagrante sob custódia da Polícia Federal.

Peças da aeronave foram recolhidas na manhã desta sexta-feira. A empresa Avalon deve se manifestar através de nota nas próximas horas. A aeronave tinha seguro. A Polícia Federal, com apoio de órgãos de perícia, estão investigando como ocorreu a queda.

Os corpos das vítimas permaneciam no Instituto Médico Legal por volta das 13h. A liberação dos corpos deve ser feita somente após identificação por meio da arcada dentária ou DNA. Ainda não há previsão para liberação.

A polícia trabalha com a hipótese de que após a decolagem, eles teriam rendido o piloto e o auxiliar de pista com o objetivo de resgatar um detento do Presídio Regional de Joinville. Segundo a Polícia Federal, os dois homens contrataram um voo de 50 minutos e pagaram R$ 3 mil em dinheiro. Foram encontradas no local da queda duas armas, sendo um revólver e uma pistola.