Priscila Ladislau
Laguna

Preocupada com a causa animal, a vereadora Nádia Tasso Lima (PMDB), de Laguna, doará parte do salário de sua função para a Sociedade Lagunense de Proteção aos Animais (Solpra). Nádia recebeu na última eleição 409 votos, sendo a primeira suplente do partido, na Cidade Juliana. Com a saída do vereador Antonio César da Silva Laureano para assumir a secretaria de Pesca e Agricultura da prefeitura de Laguna, a vereadora se tornou a primeira mulher na Câmara Lagunense, por tempo indeterminado.

Com o primeiro salário, a legisladora já doou R$ 1 mil e mensalmente doará este valor para o custeio de medicamentos, rações, serviços que serão revertidos para o bem-estar animal. “É um dinheiro que é da população, nada mais justo que ser empregado para contribuir com estas causas. A Solpra é uma instituição que conheço, confio e me sinto no compromisso de ajudar os animais, e agora, efetivamente posso fazer isso”, afirma Nádia. Em Laguna o salário bruto de um vereador é de R$ 5.733,24.

A ajuda mensal foi comemorada pela Solpra nas redes sociais.”Grande exemplo, Nádia. Doar parte do seu primeiro salário para nossa entidade, que depende 100% de doações, mostra a que veio. Que não está na política visando interesse próprio, mas para ajudar e favorecer a quem precisa”, disse a Solpra.

Nádia Tasso foi uma das fundadoras da Sociedade Lagunense de Proteção aos Animais, mas quando decidiu entrar para a vida pública, teve que se desligar da instituição. A Solpra foi fundada em 2001 e não é um canil ou recolhe animais. Todo trabalho é feito por voluntárias que, exercem paralelamente outros ofícios e que se responsabilizam também por boa parte dos custos de um animal temporariamente amparado, abrindo e cedendo sua casa como lar temporário.

Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/Portal Notisul