Andréa Raupp Alves
Tubarão

Na estação mais quente do ano, costumam ocorrer mudanças na alimentação. A preferência é por mais líquidos, alimentos leves e gelados. Não há quem resista a um delicioso sorvete em um dia quente de verão. A nutricionista Camila Machado, de Tubarão, alerta para a necessidade de certos cuidados com o que se ingere neste período.

Conforme Camila, é normal as pessoas sentirem-se mais indispostas para comer durante o verão e passarem horas sem se alimentar. “É fundamental tomar café da manhã, almoçar e jantar. Mas, entre as refeições, fazer um lanche leve. Ou seja, comer mais em pequenas porções”, orienta.

Outra recomendação é evitar os alimentos gordurosos, como carnes e queijos gordos, lasanhas e feijoada. “Prefira mais frutas, verduras e legumes, pois assim a energia do nosso corpo não se concentrará na digestão e terá mais tempo para a manutenção da temperatura interna do próprio corpo”, explica a nutricionista. Uma dica é montar pratos coloridos, pois a maioria ‘come com os olhos’. “Nas sobremesas, dar preferência a picolés e saladas de frutas”, acrescenta.

É fundamental também a ingestão de muitos líquidos, principalmente água. O corpo costuma dar o alerta da necessidade, mas pode ser tarde demais. “Quando sentimos sede, é sinal que o corpo pode estar desidratado”, informa.

Dicas de alimentação no verão
• Diminua o sal.
• Coma mais cereais.
• Prefira alimentos ricos em vitamina C, que tem propriedades antioxidantes e ajudam a manter a pele saudável.
• Alimentos com betacaroteno ajudam na obtenção de um bronzeado mais intenso.
• Invista na reeducação alimentar.
• Escolha bem o local onde vai comer: deve ter um armazenamento e manuseio correto, pois, com as altas temperaturas, os riscos de deterioração e intoxicação.