A cobertura de um Hangar na rodovia em direção a Grão-Pará desabou. Ruas de Braço do Norte ficaram alagadas.

Braço do Norte

A mudança de tempo prevista para a região causou transtornos aos moradores. Algumas cidades do Sul registraram temporais com ventos fortes, chuva e trovoadas. Em Braço do Norte, o sábado iniciou com a mobilização “Limpa BN”, feita por voluntários que retiraram cerca de 16 toneladas de lixo e terra que estavam acumulados nas ruas e parques.

Após a limpeza, o forte temporal ocasionou alagamentos pontuais em diversas ruas do município por insuficiência de drenagem. Uma queda de árvore ocorreu perto da entrada de Grão-Pará, na SC-439. Os bombeiros foram acionados para retirada dos galhos. A outra árvore caiu em cima de uma residência no bairro Lado da União.

Na estrada de acesso a Grão-Pará, os motoristas enfrentaram ventos fortes e muito medo, com as árvores e galhos caídos na rodovia. Perto da Associação da Água da Serra, alguns fios do poste encostaram e houve curto-circuito com faíscas.

Condutores relataram que parece que estavam no meio de um furacão. Informações apontam que algumas casas também foram destelhadas nos dois municípios e um galpão em Grão-Pará.

De acordo com o coordenador regional da Defesa Civil de Tubarão, Anderson Cardoso, ruas da área central de Braço do Norte e Criciúma voltaram a ficar alagadas. “São ruas que já registram alagamentos com a ocorrência de chuvas com intensidade. Uma empresa de molduras foi parcialmente destelhada causando danos materiais. São as conhecidas chuvas de verão, que podem causar prejuízos quando acontecem”, relatou.

Hangar é destruído pelo temporal
Ainda em Braço do Norte, um hangar com aviões ficou destruído com a queda da estrutura. Em outras localidades, houve queda de placas de publicidade e árvores. Ninguém se feriu.

De acordo com informações do site das Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc), em todo o Estado havia 24,7 mil desligamentos acidentais em unidades consumidoras por volta das 19 horas de sábado, desses 9,6 mil em Florianópolis e 9, 2 mil na região Sul de Santa Catarina.

Já o domingo também registrou instabilidade com períodos de chuva durante todo o dia sem registro de quedas e alagamentos.