Estudo divulgado pela Agência da ONU para Refugiados (Acnur) revela que, em 2017, 111,6 mil venezuelanos pediram refúgio pelo mundo, número quase três vezes superior ao registrado em 2016.

 

O dado coloca o país sul-americano na quarta posição no ranking das nações cujos cidadãos mais pedem a proteção, atrás de Afeganistão (124,9 mil), Síria (117,1 mil) e Iraque (113,5 mil).

O pedido de refúgio permite que cidadãos de um determinado país recebam proteção em outro território por estarem sob riscos variados em sua terra de origem, devido a questões ligadas a etnia, religião, grupo social, opinião política ou violação de direitos humanos.