O vento nem tinha parado e as equipes da Celesc já estavam nas ruas
O vento nem tinha parado e as equipes da Celesc já estavam nas ruas

Zahyra Mattar
Tubarão

Poucos minutos após o início do vendaval de ontem, na região, equipes da Celesc já estavam distribuídas. Trabalhadores que estavam em férias ou folga também foram chamados para reforçar o time e não deixar toda a Amurel na escuridão, literalmente.
Todos os municípios abastecidos diretamente pela gerência regional de Tubarão ficaram sem luz elétrica por algumas horas ontem. É o caso de Tubarão, Orleans, Capivari de Baixo, Jaguaruna, Pedras Grandes, Laguna, Imbituba, Garopaba e Imaruí.

As cidades onde a energia chega através de cooperativas passaram pelo mesmo problema: Treze de Maio, Sangão, Gravatal, Santa Rosa de Lima, São Martinho, Grão-Pará, Rio Fortuna, Braço do Norte e São Ludgero.

“Os maiores problemas foram ocasionados pelas árvores que caíram sobre a rede. O vento foi muito forte e danificou tudo, especialmente os ramais. Somente em Tubarão, cinco alimentadores falharam. Temos 11. Todas as cidades ficaram sem energia”, lamenta o gerente regional interino da agência de Tubarão, Pedro Paulo Souza.

O município com o problema maior foi Capivari de Baixo. Até o fim desta matéria (às 22 horas), em algumas residências ainda não havia luz. “São problemas pontuais que serão resolvidos durante a madrugada”, adiantou Souza. Ontem, devido à grande quantidade de atendimentos, a Celesc ainda não tinha os números exatos de quantos consumidores foram afetados e por quanto tempo. Isto deverá ser divulgado hoje.