Gravatal/Capivari de Baixo

A Campanha de Vacinação contra raiva de cães e gatos, que teve início na quinta-feira passada e já imunizou mais de 1 mil animais. Nesta terça-feira, os trabalhos foram interrompidos por causa da chuva. A informação é da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) por meio do departamento de Zoonoses. Mais de 30 profissionais estão realizam os trabalhos nas cidades de Gravatal, Capivari de Baixo e Pescaria.

Após três décadas Santa Catarina registrou o primeiro caso de raiva humana com morte, por causa de mordida de um felino na zona rural. De acordo com o gerente de Zoonoses da Dive/SC, João Fuck, a ação de bloqueio teve início na residência da paciente. Os animais a partir dos três meses de idade devem ser vacinados e precisam estar saudáveis. “Reforçamos para as pessoas que recebem as nossas equipes, elas podem passar mais informações sobre a campanha. A vacina é segura, de proteção aos animais e consequentemente que não ocorra transmissão aos humanos”, enfatiza.

 A raiva é uma doença infecciosa viral aguda, que acomete mamíferos, inclusive o ser humano. É considerada uma zoonose, ou seja, é uma doença que pode ser transmitida dos animais para o homem, e caracteriza-se como uma encefalite progressiva e aguda, letal em aproximadamente 100% dos casos.

 É transmitida ao homem pela saliva de animais infectados, principalmente por meio da mordedura, mas também pela arranhadura e/ou lambedura desses animais. A vacinação anual de cães e gatos é uma medida eficaz de prevenção da raiva nesses animais e, consequentemente, da raiva humana. A ação pretende atingir uma cobertura de 100% dos animais e manter a raiva controlada.

A raiva estava controlada e sem apresentar registro de casos em humanos há 38 anos no Estado, mas ainda oferece risco devido ao alto número alto de morcegos, cachorros e gatos, principais transmissores do vírus. Caso uma pessoa seja mordida por um desses animais, deve-se lavar o local machucado imediatamente, com água e sabão, e procurar a unidade de saúde mais próxima, onde receberá os primeiros cuidados.