Capivari de Baixo
Jailson Vieira

Foram imunizados neste sábado, em Capivari de Baixo, 128  animais contra a raiva durante o mutirão de vacinação Antirrábica. Serão quatro mutirões espalhados pelos bairros do município, a ação teve início no dia 10 do mês passado. A meta é imunizar mais de 95% dos cães e gatos do município.

No bairro Caçador, foram vacinados 103 cães e 25 gatos, das 8 às 12h. Esta foi a terceira e penúltima etapa da campanha, que já esteve também no centro e no bairro Santo André. Somados, o número de animais vacinados chega a 1.264. A próxima edição será no dia 28, no bairro Três de Maio, também das 8 às 12h, em frente à igreja católica. A ação é uma parceria entre o município, a Gerência Regional de Saúde e a Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado (Dive).

Neste terceiro dia de mutirão de vacinação, a jovem Luciana Cardoso levou a gata e o cachorro da família no posto de atendimento. “O que passamos de amor, eles nos retribuem. Eles são parte da família, não dá para deixar de vacinar. Temos muito carinho por esses seres e fazemos de tudo para não ficarem doentes”, enfatiza.

A raiva também conhecida como rábia, é uma doença infecciosa que afeta os mamíferos, causada por um vírus que se instala e multiplica primeiro nos nervos periféricos e depois no sistema nervoso central e dali para as glândulas salivares, de onde se multiplica e propaga. A transmissão ocorre do animal infectado para o sadio por meio do contato da saliva por mordedura, lambida em feridas abertas, mucosas ou arranhões.Também pode ser transmitida ao homem por meio de mordidas, arranhões, unhadas ou lambidas de animais doentes.

Para a vacinação, recomenda-se levar os cães contidos por corrente ou guia e, de preferência, conduzidos por adultos; além disso, para animais de grande porte ou agressivos, é essencial o uso de focinheiras. Os gatos devem ser levados em gaiolas, transportadores, enrolados em mantas ou em sacos de linhagem. Depois de vacinados, os animais não devem ser submetidos a esforços físicos. As cadelas e gatas prenhas também devem tomar a vacina.