Mais uma pessoa morre em decorrência da Covid-19 em Urussanga, conforme divulgado pela administração do município. A cidade ocupa o segundo lugar em número de óbitos (7) e em casos confirmados na abrangência da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec).

A segunda é Criciúma, com 12 mortes, seguida de Cocal do Sul, com três (veja tabela abaixo). São 25 mortes desde o início da pandemia.

A moradora de Urussanga é uma mulher de 68 anos, que possuía doença pré-existente (comorbidade). Ela foi internada no dia 11 deste mês no Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Urussanga.

Já no dia 12, foi transferida para a UTI do Hospital São José, em Criciúma, onde ficou até ontem (29), quando não resistiu e morreu.

Nesta segunda-feira, a Região Carbonífera registrou o maior número de casos confirmados em um único dia, com 80. É a segunda vez que rompe a marca de mais de 50 casos no mesmo período.

Ontem, houve o registro de 41 pessoas curadas e três óbitos. A Amrec tem 1.264 casos confirmados, 934 recuperados e 25 óbitos.

Foto destaque: ilustrativa