#Pracegover Na foto, homem e mulher estão ao lado de um carro de corrida
Foto: Assessoria de imprensa

O Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade voltará a ter uma dupla feminina na disputa. A piloto de Santa Catarina, Romina Romi, vai ter a companhia da navegadora gaúcha, Lucivane Balena. A parceria entre Florianópolis/SC e Erechim/RS, vai estar na pista pela primeira vez, um desafio a mais para as duas competidoras.

“Significa muito para nós, é um orgulho poder representar as mulheres neste esporte. Estou muito feliz por isso, pela parceria com a Lucivane, competir como dupla feminina em um esporte onde a grande maioria são homens, é representativo”, destaca Romina.

“O automobilismo não é exclusivamente, mas predominantemente masculino. Eu venho competindo há alguns anos com outros competidores, mas esta será a primeira vez em uma dupla feminina. Acredito que é um fato que chama a atenção, justamente por haver poucas mulheres no esporte, mas em se tratando de corrida, técnica, não acredito que interfira e neste sentido minha expectativa e muito boa em conseguirmos representar bem a mulher no rally, buscando sempre nosso melhor rendimento, concentradas, para quem sabe beliscar um lugarzinho entre os primeiros competidores em nossa categoria”, acrescenta a navegadora.

Outro desafio para a dupla será competir em nível nacional, em uma corrida do Campeonato Brasileiro. “Não é a primeira vez, mas sempre é uma responsabilidade muito grande, um desafio importante. Estar no grid do nacional é motivo de orgulho para nós, para nossa equipe”, enfatiza Romina, que tem ainda no time ProRomi Motorsport, o pai, Julio, também como piloto com outro carro e formando outra dupla.

Para Lucivane, a dupla estreia com expectativa positiva. “Adaptação em rali é sempre uma constante. Claro que neste caso, inclui nossa primeira corrida juntas. Mas é preciso smepre melhorar, aprender, ensinar, nossa vida é um constante aprendizado. A troca de experiências do que a Romina conhece, do que eu conheço em rallys, pode nos levar a uma boa corrida. Será importante também detalhar bem o reconhecimento das especiais, o que acaba sendo consequência de uma boa pilotagem, um bom resultado”, completa a navegadora.

A programação do Rally Araucária começa na sexta, dia 30, com os competidores fazendo o reconhecimento das especiais e segue com corrida dupla, entre o sábado e domingo, dias 31 de julho e 1º de agosto. Será a volta de Araucária ao calendário nacional, sete anos após sua última realização.

 A Pro Romi Motorsport vai competir no Rally Araucária com o apoio da Maxxis Pneus, Automecânica Francesa, YouRace Brasil e Rox. A equipe também representa as marcas Sabelt, Doppler e Stilo.