#Pracegover Foto: na imagem há um prédio, bandeiras, flores e gramado
#Pracegover Foto: na imagem há um prédio, bandeiras, flores e gramado

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) está nos preparativos finais para a realização do Vestibular 2022, que começa neste sábado, 29 de janeiro. Será um concurso totalmente inédito na história da instituição, realizado em meio a uma pandemia, com cuidados sanitários especiais e desafios de logística.

A UFSC oferece, por meio do Vestibular 2022, 4.521 vagas em 98 cursos de graduação nos cinco campi da Universidade (Araranguá, Blumenau, Curitibanos, Florianópolis e Joinville). As provas serão realizadas nas cidades de Florianópolis (e municípios da Grande Florianópolis), Araranguá, Balneário Camboriú, Blumenau, Brusque, Caçador, Canoinhas, Chapecó, Concórdia, Criciúma, Curitibanos, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joaçaba, Joinville, Lages, Rio do Sul, São Miguel do Oeste e Capivari de Baixo.

Para acomodar com segurança os mais de 18 mil candidatos inscritos, a Coperve reservou 850 salas. A equipe de colaboradores é formada por 2.250 pessoas, entre fiscais, coordenadores de ala, coordenadores de setor, profissionais de limpeza e de atendimento à saúde. Haverá 1.150 dispensadores de álcool em gel, um para cada sala de aplicação de provas e o restante em corredores, banheiros, halls de entrada. A Coperve também terá máscaras para dar aos candidatos em caso de necessidade de substituição.

A logística do concurso inclui 50 kits de saúde, compostos por paracetamol, absorvente higiênico, gaze, água oxigenada, esparadrapo, soro fisiológico, álcool etílico, curativos, medicamento para cólicas, luvas, termômetro e abaixador de língua, além de indumentária completa para os profissionais de saúde.

Protocolos

No final de setembro de 2021, quando o Conselho Universitário deu aval para a realização do vestibular – após dois anos de processos seletivos não presenciais – a Comissão Permanente do Vestibular (Coperve) já havia estabelecido uma série de protocolos para a segurança sanitária. Entre as medidas estavam a necessidade de uso de máscara por todos os participantes, a seleção de colaboradores preferencialmente vacinados, ocupação de salas entre 50% a 60% da capacidade, escolha de locais ventilados, adequação do fluxo de transeuntes nos prédios, cuidados com a limpeza e instalação de postos médicos nos locais de prova.

Também já estava decidida uma mudança na estrutura do concurso, com provas realizadas em apenas dois dias (sábado e domingo) e a retirada das questões discursivas, que demandam maior tempo de resposta. Tudo isso para diminuir o tempo em que os candidatos vão permanecer em sala de aula.

Na época, havia uma expectativa de que a pandemia poderia arrefecer até a data de realização do Vestibular, o que de fato ocorreu nos meses de outubro e novembro. No entanto, ao final de dezembro, a emergência da variante Ômicron do novo coronavírus impôs a adoção de novos cuidados.

Nos primeiros dias de janeiro, a Universidade tomou a decisão de manter o vestibular nas datas previstas, mas passou a exigir de todos os candidatos um comprovante de vacinação ou um teste para Covid-19 com resultado negativo para ter acesso aos locais de prova. Essa exigência não deverá trazer transtornos aos candidatos. Em novembro do ano passado, quando encerraram as inscrições para o Vestibular, menos de 5% dos mais de 18 mil inscritos não haviam tomado nenhuma dose da vacina.

A recomendação da Coperve é para que os candidatos vacinados acessem o aplicativo ConecteSUS e façam o download do Certificado Nacional de Vacinação. De preferência, imprimam o documento para evitar algum transtorno na hora da apresentação. A carteirinha de vacinação também será aceita, desde que esteja bem conservada e sem rasuras. O teste de Covid-19 com resultado negativo e realizado nas 72 horas anteriores ao dia 29 de janeiro de 2022 será exigido para quem não se vacinou ou não tem como comprovar a vacinação e pode ser feito em laboratórios e farmácias.

Essas verificações podem demandar um pouco mais de tempo, por isso é recomendável que os candidatos estejam nos locais de prova com antecedência. Após o fechamento dos portões, ninguém terá acesso aos setores de realização das provas.

Outra recomendação é que os candidatos levem água, chá ou mesmo isotônico em garrafa transparente e sem rótulo, já que está proibida a alimentação dentro dos setores de prova. Os bebedouros não estarão acessíveis pois são considerados locais de alto risco de contágio. A Coperve oferece todas as informações no site vestibular2022.ufsc.br.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: UFSC