Prefeito de Laguna entregou ontem a cessão de uso da ao reitor da universidade. Local será utilizado para aulas de gastronomia

Laguna

Agora é oficial. A Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) recebeu a cessão de uso Nº 001/2017 de 20 anos e, que pode ser prorrogada, da área do Restaurante-Escola. O ato de entrega ocorreu ontem, no imóvel com área de 498,24 metros quadrados, localizado na Avenida João Marronzinho, no loteamento Laguna Internacional. O prefeito de Laguna Mauro Candemil realizou a entrega da cessão ao reitor da Udesc Marcus Tomasi.
A lei ordinária publicada no Diário Oficial neste mês definiu que o imóvel equipado com uma cozinha industrial será destinado a atividades educacionais de ensino, pesquisa e extensão da Udesc, para o desenvolvimento de didáticas e práticas pedagógicas de cursos de gastronomia, nutrição e afins. O modelo único no Estado foi feito com recursos do governo federal, por meio do Ministério do Turismo, totalizando R$ 1.162.000.00 somados com contrapartidas do município. “Sabemos da responsabilidade que temos, mas vamos trabalhar de forma efetiva para corresponder. Vamos iniciar o trabalho”, afirma o reitor. Para o prefeito Mauro Candemil, a Udesc foi uma das grandes conquistas para o município. “Tenho uma história muito forte com a Udesc, na qual me orgulho de ter participado da implantação da universidade em Laguna. Sei que esta área será de muito bom uso para dar qualidade à gastronomia do município, incluindo os produtos da nossa região, como o uso do butiá”, salienta.

Prefeito anuncia encerramento da Codesp em Laguna
O prefeito Mauro Candemil aproveitou a ocasião, com a presença de lideranças públicas, para anunciar que esteve no início desta semana em viagem a Santos, em São Paulo, para tratar da situação da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp). “Estive articulando com eles, e infelizmente devo informar que, dentre 60, no máximo 90 dias eles pretendem finalizar as atividades do Terminal Pesqueiro Público de Laguna (TPPL). Por isso, aproveitando a presença dos parlamentares e pessoas influentes neste ato, gostaria de pedir uma mobilização geral”, revelou.
O prefeito explicou que a Codesp não tem mais como manter os custos do terminal e precisa firmar o mais rápido possível um convênio com o Ministério da Indústria e Comércio. “Precisamos viabilizar este convênio. Para isto, estive em contato com os governantes do Estado e estamos engajados para que essa desativação não se efetive. Preciso da ajuda de todos!”, salientou.