Foto: Reprodução
Um grupo de militantes do Talibã entrou no estúdio de uma televisão no Afeganistão durante a transmissão de um telejornal no último fim de semana e vigiaram o âncora enquanto ele falava que o grupo não deveria ser temido após a saída dos EUA.
As cenas, que viralizaram em redes sociais, receberam críticas de jornalistas de diversos países. Na primeira imagem, dois homens armados aparecem imediatamente atrás do jornalista, que lê o texto pedindo cooperação da população com o novo regime. Em seguida, aparece outra imagem, que mostra pelo menos outros seis talibãs, todos armados, dentro do estúdio.

A jornalista Yalda Hakim, da BBC, compartilhou o vídeo em seu perfil no Twitter. “Surreal. Essa é a cara do debate político na televisão afegã agora, soldados do Talibã vigiando o âncora. O apresentador fala sobre a queda do governo Ghani e diz que o Emirado Islâmico (novo governo do país) diz que o povo afegão não deve ter medo”, diz o texto.

Outro vídeo, um pouco mais longo, foi publicado no perfil de outro jornalista da emissora britânica, Kian Sharifi. Essa versão mostra o âncora, Mirwais Heidari Haqdoost, entrevistando um dos talibãs presentes no estúdio. Os homens armados seriam a escolta do entrevistado.

Em outro post, Sharifi esclarece que o vídeo foi no estúdio da TV Afghanistan, o apresentador passa bem e o programa, chamado Pardaz, já teve outra edição, discutindo o futuro do Afeganistão após o fim da intervenção dos EUA, encerrada na madrugada da última terça-feira. Em outra edição, não aparecem homens armados.

*Com informações do Correio do Povo

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul