Inovar e utilizar as novas tecnologias para fidelizar clientes e oferecer uma boa experiência de compra foi um dos destaques da NRF 2020, considerada a maior e mais importante feira do varejo mundial. A feira reuniu, durante três dias, mais de 40 mil participantes de 90 países, para 200 palestras com empresários das maiores empresas do planeta. 

A comitiva da CNDL e FCDL, formada por lideranças varejistas, empresários e representantes do Sistema, pôde conhecer as novas tecnologias disponíveis para o setor varejista e trocar experiências com empresários de todo o mundo. Os participantes conheceram as melhores práticas dos especialistas para alcançar índices de retenção significativamente altos e exemplos de varejistas que estão transformando seus modelos de negócios de transacionais a centrados em relacionamentos.

O tubaronense Walmor Jung Júnior, diretor da CDL Tubarão e vice-presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC) integrou a comitiva do presidente da FCDL Ivan Roberto Taufer e da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), a NRF 2020 que aconteceu em Nova Iorque. 

Walmor Jung destaca a importância da troca de experiências e das inovações apresentadas na feira, ressaltando que o evento mostrou como a tecnologia pode potencializar o trabalho humano, a importância da humanização e a liberação da equipe de frente para atender melhor o cliente.

“A NRF 2020 ofereceu uma visão sequencial onde se dava importância maior para o digital, entre 2016 a 2018. Já em 2019 foi o digital para dentro das lojas físicas. Temos que aproveitar o poder da gestão da experiência para gerar paixão, dedicação e fidelização nos clientes e “empodeirar” os colaboradores para cumprirem a promessa de sua marca e proporcionar uma experiência excepcional aos clientes. Outro assunto que se focou muito foi o de infundir o feedback do cliente no desenho de produto e incentivar a co-criação com os consumidores”, acentua Walmor.

Para o presidente da FCDL/SC, Ivan Tauffer, a NRF 2020 tratou destes novos conceitos, produtos e formas de atendimento, ressaltando que o uso de dados é uma tendência para ajudar neste novo modelo de atendimento, com maior foco na experiência do cliente.