Tubarão

Ao longo do ano, mutirões de exames e algumas cirurgias acontecem, por iniciativa da Fundação Municipal de Saúde (FMS), através da Central de Regulação do município na tentativa de diminuir, consideravelmente, a fila de espera para os procedimentos. E um desses mutirões, o de cirurgia de catarata, acontece pela quarta vez e inicia neste fim de semana na cidade de Praia Grande.

Em janeiro de 2017, a cidade de Tubarão contava com 800 pacientes em fila de demanda reprimida aguardando o atendimento. Atualmente, no início da tarde desta sexta-feira (6), o sistema apontava nenhum paciente à espera do procedimento, algo positivo para toda a cidade. “Claro que a gente não fala em zerar a fila, pois todo dia entra um novo paciente, mas a demanda tá bem encaminhada e essa parceria com o estado vem funcionando muito bem”, pontua a coordenadora de saúde, Patrícia Marcon.

Já foram, aproximadamente, 500 tubaronenses que realizaram o procedimento de cirurgia de catarata durante este ano. E agora, em torno de mais 100 vão participar do mutirão que acontece durante esse mês e segundo a coordenadora, “essa agilidade é importante, porque quanto mais rápido for realizado, menos problema de visão o paciente pode vir a ter”.

Lembrando que para ser inserido na fila, os novos pacientes devem ser encaminhados pela Unidade Básica de Saúde (UBS) para um especialista vinculado ao estado, e ao constatar a necessidade, são inseridos no Sistema Nacional de Regulação – o Sisreg, preconizando a transparência de todo o processo – que pode ser consultado a qualquer momento com o número do CPF ou do Cartão Nacional do SUS ao acessar o site: www.listadeespera.saude.sc.gov.br/consulta/paciente.html.