#Pracegover Foto: na imagem há brinquedos, estrutura metálica e um homem roçando o local com mato
#Pracegover Foto: na imagem há brinquedos, estrutura metálica e um homem roçando o local com mato

Depois de quase um ano sem serem frequentadas pelos alunos, as unidades escolares da rede municipal de ensino intensificaram no início deste ano os trabalhos de manutenção das áreas internas e externas.

Os reparos nos 32 Centros de Educação Infantil (CEI) e 14 Escolas de Educação Básica (EMEB) iniciaram em janeiro e, desde então, as unidades recebem serviços de capina, poda e limpeza em geral. Manutenção das redes elétrica e hidráulica e dos equipamentos eletrônicos também ocorre nas unidades.

Neste ano, além dos consertos e limpeza, as unidades estão sendo também sanitizadas. Devido à pandemia do novo coronavírus, os estabelecimentos escolares foram desinfectados e receberam certificado da higienização.

A diretora da EMEB São Martinho, Eliane de Oliveira Rosa Corrêa, explica que além dos reparos e limpeza, a unidade também está passando por uma reforma geral. As obras iniciaram em dezembro e a unidade vai atender neste ano 449 alunos. “Teremos 20 turmas com cerca de 10 alunos por sala. Atenderemos na modalidade híbrida, tomando todos os cuidados necessários para evitar o contágio da Covid-19”, reforça.

No CEI Aprender Brincando também já está tudo pronto para receber os pequenos. O estabelecimento infantil da localidade do Sertão dos Corrêa vai atender 38 crianças na modalidade híbrida. A diretora do CEI, Irene da Silva Geraldi, salienta que foram tomadas diversas providências para o acolhimento seguro dos pequenos. “Nossas crianças também serão atendidas na modalidade híbrida, e em cada sala ficará a metade do número total que a sala comporta. Além disso, demarcamos os espaços, instalamos dispensadores de álcool na altura das crianças e estamos recebendo os materiais escolares com antecedência, para higienização”, conta.

A decoração dos ambientes é outra preocupação dos professores para tornar o retorno ainda mais prazeroso. “As salas estão decoradas com os temas que serão trabalhados ao longo do ano, com muita cor e criatividade, para que os pequenos se sintam muito bem, depois de um longo tempo longe da escola”, frisa Irene.

População estimada dos grupos prioritários para a Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19 em Santa Catarina