#Pracegover Na foto, chuva intensa acumulada
Foto: Reprodução Internet

Tubarão teve uma quarta-feira (9) de transtornos e de muito trabalho em setores como a secretaria de Infraestrutura e a Coordenadoria de Defesa Civil por conta da chuva intensa que afetou praticamente todo o Estado de Santa Catarina. Com 214 milímetros (mm) de chuva em 24 horas, mais do que o registrado nos meses de abril (87 mm) e maio (114 mm), várias ruas ficaram alagadas, em algumas áreas os problemas continuaram até a noite.

A média de chuvas para o mês de junho, segundo a Agência Reguladora de Água e de Saneamento (AGR), é de 75 mm. Assim, em apenas 24 horas choveu três vezes mais que o esperado para o mês inteiro.

Os maiores problemas foram os alagamentos nas áreas mais baixas, desmoronamento de uma encosta na estrada do Rio do Pouso Alto e fechamento momentâneo de algumas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Três famílias precisaram sair de casa por precaução e ficar na residência de familiares.

À noite, somente o bairro Recife ainda tinha registro de alagamentos. Em todas as outras áreas a água havia baixado até o fim da tarde.

Nesta quinta-feira (10), a Defesa Civil do município verificará o relato de duas situações de risco em residências no Caruru e no São Martinho. Quanto ao Rio Tubarão a situação é de tranquilidade, pois subiu 1.89 metro acima do nível normal, insuficiente para causar preocupações.

A Fundação Municipal de Educação e Fundação Municipal de Saúde confirmaram que todas as escolas, escolas infantis e postos de saúde funcionarão normalmente nesta quinta-feira (10). Segundo a previsão do tempo da Epagri/Ciram, o acumulado durante o dia deve ser de 8 mm, o que indica chuvas de baixa intensidade.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul