#Pracegover Foto: na imagem há uma obra
#Pracegover Foto: na imagem há uma obra

O Tenente Greisson Rocha Bittencourt, do Corpo de Bombeiros Militar de Tubarão, lança, nesta quinta-feira (17), às 20h, no Centro de Treinamento QAP, na Cidade Azul, o  seu primeiro livro: Pantanal em Chamas. A obra fala sobre a participação e envolvimento do profissional em uma operação comandada por ele em 2020, no Mato Grosso do Sul.

Ele nasceu em Três Rios, no Rio de Janeiro, em 28 de julho de 1986. Ingressou no Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina em 30 de janeiro de 2006, no curso de formação de soldado e em 2018 no curso de formação de oficiais. Cursou ciências biológicas pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UniSul).

O profissional de segurança pública expõe que passou a se interessar pelo comportamento de incêndios florestais ainda na universidade. Desta forma, aliando o conhecimento acadêmico com os casos práticos atendidos no dia a dia das guarnições dos bombeiros militares.

Rocha afirmou que procurou retratar com fidelidade os acontecimentos em Corumbá, no Mato Grosso do Sul e em outros municípios na região do Pantanal. “Fomos deslocados para lá com o intuito de dar apoio a Operação Pantanal, que era desenvolvida por aquele Estado. Em 2020 houve um incêndio florestal, que transcorreu praticamente todo o ano. Não havia um período de chuvas”, lembra.

Eram três equipes que ficavam nos trabalhos. Cada grupo era responsável por uma determinada missão. “A nossa primeira missão foi nas proximidades da empresa Vale do Rio Doce. Lá o incêndio se propagava. Permanecemos por três dias nesse local, resgatamos vários animais, inclusive um tamanduá. Presenciamos um incêndio subterrâneo”, conta.

O livro está focado nas questões pontuais do Pantanal. Ele pontua que a cada operação havia uma surpresa, uma novidade. “Como foi uma operação muito diferente e com acontecimentos variados, vi que seria benéfico escrever um livro para relatar o momento. Isso serve até para engrandecer os trabalhos daqueles que lá estiveram e atuaram conosco. O livro dá um filme”, enfatiza.

O tenente expõe que o intuito da obra é levar ao conhecimento do público um pouco da atividade dos profissionais do Corpo de Bombeiros. “Das nossas operações, como funciona, como ocorrem, a rotina e quais as limitações. Sempre tive a intenção de escrever um livro e quem sabe outras publicações a partir dessa. Ao longo da carreira nos deparamos com situações interessantes e adversas que chamam a atenção. Cada uma com a sua particularidade. Comecei escrever assim que cheguei em Santa Catarina e foi fácil passar para o papel aquilo que vivenciamos”, finaliza.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul