Tubarão registrou 51 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas. De acordo com a Fundação Municipal de Saúde são: 724 casos confirmados desde o início da pandemia, 502 já são considerados curados, 222 encontram-se ativos e cinco pessoas morreram devido ao novo coronavírus.

De acordo com a pasta oito mil pessoas foram notificadas e 1.502 pessoas em monitoramento, 5.954 testes e 325 suspeitos. O diretor da FMS, Daisson Trevisol, afirmou que nesta quinta-feira (9), encaminhou um credenciamento de leitos de UTI para hospitais que possuem o interesse em habilitarem leitos de UTI para o município de Tubarão, para a população. Estará aberto provavelmente no início da próxima semana, para que possamos ter leitos disponíveis para a nossa população. Em Tubarão estamos com a lotação máxima em nossas UTIs”, afirmou o secretário.

As cidades da Amurel nos últimos meses tiveram crescimento elevado no número de casos confirmados da Covid-19. E a Cidade Azul não é diferente. “Estamos muito preocupados com a classificação que o Estado passou para Tubarão em relação à Covid-19 como gravíssima. Algumas ações tiveram que ser tomadas e por isso, os decretos virão neste sentido. Sempre pensando no bem da população”, enfatiza.

Nesta quinta-feira, os prefeitos dos 18 municípios da Amurel decidiram ampliar a lista de restrições como forma de evitar a circulação de pessoas e conter o avanço da pandemia de Covid-19. A medida se deve ao aumento expressivo de casos positivos da doença nos últimos dias, o que fez lotar os leitos de UTI disponibilizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) e classificar a região como de situação gravíssima, conforme o mapa de risco do Governo do Estado.

As novas medidas valem a partir desta segunda-feira (13), durante 14 dias. Os prefeitos decidiram pelo fechamento do comércio de rua, shopping, bares e restaurantes nos sábados, domingos e feriados.