#Pracegover Na foto, João de Jesus Cardoso, o primeiro idoso catarinense morador de lar de longa permanência a receber a vacina
João de Jesus Cardoso, é o primeiro idoso catarinense morador de lar de longa permanência a receber a vacina/ Foto: Secom

A prefeitura de Tubarão definiu na noite desta segunda-feira como será a logística de vacinação dos primeiros tubaronenses a receberem a primeira dose do imunizante contra o Covid-19. Estão no grupo de prioridades profissionais da saúde e idosos moradores de lar de longa permanência.

De acordo com o diretor da Fundação Municipal de Saúde de Tubarão, Daisson Trevisol, as doses chegarão na cidade nesta terça-feira. Daisson não informou se as vacinas serão aplicadas no mesmo dia ou no dia seguinte  ao recebimento.

Na manhã desta segunda-feira, Daisson, junto com o prefeito Joares Ponticelli, visitou vários ambientes de saúde para verificar a capacidade de armazenamento da doses que chegarão nesta terça-feira.

“A Gam colocou à disposição as redes de frios para armazenar a vacina se precisarmos,  apesar de termos na rede saúde a quantidade certa de refrigeradores para armazenar as vacinas”, disse o diretor.

Daisson disse que ainda não há há informação de quem será ao primeiro tubaronense a ser vacinado, mas em reunião com o Comitê de Crise do Município e com a equipe técnica de vacinação ficou decidido que idosos com mais de 75 anos residentes em lar de longa permanência e profissionais de saúde com maior exposição à doença serão os primeiros a serem imunizados.

“Temos neste primeiro grupo 4,5 mil pessoas e receberemos cerca de 850 doses, por isso os profissionais da saúde que atuam em UTI e enfermaria Covid-19, emergência e urgência estão no topo da lista. Depois os demais profissionais de saúde serão imunizados”.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul