As atividades da Procuradoria da Mulher, instituída na Câmara de Vereadores de Tubarão, terão início no mês de maio. O projeto, que oportuniza maior representatividade e visibilidade às mulheres, também amplia os mecanismos para defesa e proteção dos seus direitos no combate à violência doméstica.

Entre as atividades que serão desempenhadas pela Procuradoria, o atendimento psicológico individual está entre as prioridades do grupo. Com essa atuação, mulheres violentadas poderão dividir experiências com uma profissional, conseguindo, assim, seguir em frente e impedir que novas situações sejam registradas.

Para isso, um requerimento de autoria da vereadora Luciane Tokarski, do Republicanos, foi destinado ao Diretor-presidente da Fundação Municipal de Desenvolvimento Social, André Fretta May, o Deka, solicitando informações sobre a possibilidade de ser colocada à disposição da Procuradoria da Mulher, uma psicóloga.

“Estamos trabalhando nos últimos detalhes para o lançamento deste projeto. Será um marco na história de nosso município. Nossas mulheres poderão contar com o apoio de outras mulheres. Com certeza será um avanço no combate à violência, à covardia e ao desrespeito pelo sexo feminino”, destacou Luciane Tokarski, que além de parlamentar foi indicada para ser a procuradora do movimento.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotis