#Pracegver Foto: na imagem há uma igreja, árvores e uma rua
#Pracegver Foto: na imagem há uma igreja, árvores e uma rua

A Diocese de Tubarão passará a contar a partir do dia 20 de março com 29 paróquias. A assinatura do Decreto de Criação da Paróquia de São Martinho, no bairro São Martinho, em Tubarão. Ela será desmembrada da Paróquia Nossa Senhora de Fátima.

De acordo com o bispo Diocesano, Dom João Francisco Salm, há muito tempo sentia-se a necessidade da criação de uma paróquia, em São Martinho e Deus providenciou esta oportunidade. “Hoje, Dia de Nossa Senhora de Lurdes e data do parecer favorável do conselho presbiteral, assinei com alegria, gratidão e esperança o Decreto de criação da nova paróquia que será instalada no dia 20 de março, às 20h, na igreja da comunidade São Martinho, que passará ser a nova igreja matriz”, explica.

O primeiro pároco será o padre Realdo Sartor, que atualmente é vigário da paróquia Nossa Senhora de Fátima do bairro Humaitá. “Ao padre Nilo Buss e ao diácono Lucas agradeço o trabalho de preparação da nova paróquia. Deus abençoe a paróquia de Humaitá e as comunidades da futura paróquia de São Martinho. Deus seja louvado”, comemora.

A Diocese de Tubarão foi criada em 28 de dezembro de 1954, pelo Papa Pio XII, com a Bula Viget ubique Gentium e oficialmente instalada no dia 15 de agosto de 1955, na posse de seu primeiro bispo Dom Anselmo Pietrulla, OFM. O território foi totalmente desmembrado da arquidiocese de Florianópolis. Até 1998, a diocese compreendia também o atual território da diocese de Criciúma.

A diocese tem, no momento, 28 paróquias e um pouco mais de 400 Comunidades. A partir de março terá 29 paróquias. Desafios nesta área não faltam e interpelam a missão evangelizadora da igreja.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul