Com a chegada do verão, os motoristas que precisam trafegar pela BR-101, em Santa Catarina, enfrentam as praças de pedágio com filas intermináveis. Os usuários reclamam constantemente do custo das tarifas cobradas, das filas que superam, muitas vezes, 500 metros, ou mais de um quilômetro em feriados prolongados, por exemplo. Segundo os condutores e passageiros, a situação é um descaso com os consumidores.

Nesta segunda-feira (3) o Procon de Santa Catarina determinou a abertura de cancelas dos pedágios nos municípios de Palhoça, na Grande Florianópolis e em Tubarão. As duas praças de pedágio estão instaladas ao longo da BR-101. As praças são gerenciadas pela Arteris Litoral Sul, em Palhoça e CCR ViaCosteira, na Cidade Azul.

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) determina que a concessionária é obrigada a liberar gratuitamente os carros em caso de mais de dez minutos de espera ou filas de mais de 300 metros nas praças de pedágios. De acordo com o Procon/SC, a medida foi descumprida e foram aplicados autos de infração às concessionárias que administram as praças de pedágio. Elas devem responder ao órgão estadual em até 10 dias sobre o que causou as filas.

O diretor do Procon/SC, Tiago Silva, destaca que representantes do órgão foram até os locais após as concessionária desrespeitarem os consumidores. “Filas quilométricas, consumidores aguardando mais de meia hora na fila para serem liberadas a cancelas” pontuou.

O que dizem as concessionárias

Em nota, a Arteris Litoral Sul se posicionou sobre a fila na altura da praça de pedágio em Palhoça. A concessionária informou que a fila se formou em função da subida no Morro dos Cavalos. Já a CCR ViaCosteira limitou-se a informar que cumpre as obrigações contratuais.

Confira a nota da CCR ViaCosteira na íntegra:

“A Concessionária CCR ViaCosteira reforça que zela pela comodidade, conforto e segurança do usuário que utiliza a BR-101 Sul/SC, bem como cumpre todas as obrigações previstas no contrato de concessão celebrado com a União, sob fiscalização da ANTT”.

Confira a nota da Arteris Litoral Sul na íntegra:

“A Arteris Litoral Sul informa que não foi registrada fila maior que 300 metros no atendimento da praça de pedágio de Palhoça, no km 243, durante a vistoria do Procon realizada na tarde de hoje – por volta das 14h30. Em nenhum momento houve abertura de cancelas nesta praça.

A Arteris Litoral Sul cumpre o contrato de concessão junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), contratando equipes extras durante o verão. A praça opera hoje com 100% da capacidade, com todas as cabines abertas, e preparada para atender o parâmetro contratual de 10 minutos/300 metros.

O congestionamento que se formou na região durante esta tarde não tem nenhuma relação com tempo de atendimento nas cabines. A retenção se forma por conta da lentidão na subida do Morro dos Cavalos (km 233), devido ao aclive e restrição de velocidade do local (60 km/h). O fluxo de veículos esperado para hoje nesta região é 70% maior do que o registrado em dias normais.

A concessionária reitera que atua com transparência em todos os procedimentos. O contrato de concessão já garantiu cerca de R$ 4 bilhões em investimentos na ligação entre as capitais Curitiba e Florianópolis desde 2008, reduzindo 42% das fatalidades e 18% no total de acidentes”.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul