O diretor-presidente da Fundação Municipal de Saúde, Daisson Trevisol, se manifestou hoje (20) para pedir que a população respeite os decretos e mantenha o isolamento social. Os números de contágios aumentam diariamente e, consequentemente, a quantidade de óbitos (veja abaixo).

Desde sexta-feira (17) morreram três tubaronenses confirmados com a Covid e dois suspeitos. Daisson também relatou que não há mais vagas em UTI adulto pelo SUS em toda a região Sul do Estado. Já há pacientes sendo transferidos para cidades do Meio-Oeste e Planalto Catarinense.

A Amurel está com risco gravíssimo. “A ação mais efetiva que temos visto no mundo é o isolamento social. Isso tem que ser constante para que possamos minimizar a transmissão do vírus em nossa região”, afirmou Daisson.

O município intensificou a fiscalização e criou uma força-tarefa para que todos possam ser fiscalizados e, ao mesmo tempo, multados quando não respeitarem os decretos. Cerca de 20 equipes atuam na fiscalização que movimenta profissionais da Fundação Municipal de Meio Ambiente (Funat), Procon, Defesa Civil, Vigilância Sanitária, Guarda Municipal, Procuradoria Jurídica, Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros.

A força-tarefa tem o número 199 que pode ser acessado para qualquer denúncia. “Também estamos intensificando os números de testes rápidos em toda a população. Todas as empresas que tiverem uma pessoa que tenha testado positivo, entraremos em contato rápido para oferecer os testes rápidos nessas empresas”.

“O Estado deveria tomar uma atitude um pouco mais drástica, aproveitar e fazer quarentena também porque agora neste momento é muito necessário. Peço a todos que fiquem em casa e respeitem os nossos decretos”, finalizou.

Números da Covid-19 em Tubarão
1.145 casos confirmados, 845 curados, 261 em monitoramento, 22 hospitalizados e 16 óbitos.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul