#Pracegover foto: na imagem há um homem e instrumentos musicais
#Pracegover foto: na imagem há um homem e instrumentos musicais

Desde a primeira novela levada ao ar há mais de 60 anos pela extinta TV Tupi, elas se tornaram o gênero televisivo favorito no Brasil se incorporando a cultura do brasileiro. Se as novelas marcam inesquecivelmente pelas suas tramas, as trilhas sonoras também seguem o mesmo caminho, se transformando em momento marcante para muita gente e numa importante parceria com este gênero televisivo.

Quem não lembra da música “Sentado à beira do caminho” de Roberto e Erasmo Carlos para a novela Beto Rockffeller ou a trilha musical “Meu mundo e nada mais” para a novela “Anjo Mau”, em 1976? Esta última fez Guilherme Arantes deslanchar em sua carreira. Neste contexto novelístico, o destaque fica para a Rede Globo na utilização de trilhas sonoras, popularizando e abrindo um grande espaço para compositores e interpretes, reforçando o recurso das tramas e a carreira de muitos deles.

Ouvir de novo

Telespectador de novelas, o músico Bibo Balsini, de Tubarão, pegando o gancho do programa “Vale a pena ver de novo”, da Rede Globo, criou o projeto “Vale a pena ouvir de novo”, em que interpreta músicas de novelas que marcaram época e que ainda estão na cabeça de muitas pessoas. Todo este arsenal musical estará em lives que Bibo começa a mostrar a partir desta quinta-feira (7) e em todas as quintas-feiras do mês, sempre as 20 horas. Será transmitido pelo canal Bibo Balsini no YouTube e pelo facebook.

Com lives temáticas em que interpretava repertório apenas de um músico, como Rita Lee, Lulu Santos ou Roberto Carlos, Bibo acendeu o alerta e percebeu que tinha música de novelas deles incorporadas às novelas. “Quando fiz os temáticos percebi que estava ficando um pouco chato tocando mais de dez músicas de um único cantor. Chegava num ponto que acabava perdendo o interesse do público”, lembra.

Com esta constatação, Bibo resolveu dar uma pesquisada nas novelas e acreditando ser interessante, resolveu colocar em prática a sua ideia surgindo o “Vale a pena ouvir de novo”. “Interpretando temas de novelas há vários gêneros musicais, podendo tocar desde um forró até um Djavan e atingindo um público bem distinto”, avalia.

Para este projeto, Bibo tem um repertório com mais de 300 músicas com quase 100% com temas de novelas da Rede Globo. Ele interpreta no piano de voz. As músicas são divididas em quatro capítulos com média de 25 canções por live, voltadas as trilhas sonoras de aberturas das novelas. Mas na live se tem a oportunidade de se solicitar canções que estão incluídas nas tramas, por meio de um QRcode que disponibiliza o repertório.

O artista tem na gaveta outro projeto no mesmo estilo, voltado às músicas de filmes. Mas já trabalha também em outras propostas interpretando somente músicos nordestinos e um outro com os mineiros do Clube da Esquina, que tinha Milton Nascimento, Lô Borges, Wagner Tiso, Toninho Horta e Beto Guedes na linha de frente.

Bibo Balsini vem de uma família de músicos e uma foto dele ainda bem pequeno tocando piano mostra a sua ligação musical. Sua bisavô Walkyria Búrigo de Carvalho é autora do Hino de Tubarão. O cantor é músico da noite e um apaixonado pela Música Popular Brasileira.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: JB Guedes Comunicação e Arte