A vasta programação cultural que celebra os 200 anos de nascimento de Anita Garibaldi foi encerrada nesta segunda-feira (30), data do bicentenário, com apresentações e lançamento de livro diante da herma da heroína, no Paço Municipal. Através dos mais diversos tipos de homenagens, inclusive fora do Brasil, homens, mulheres e crianças reverenciaram a memória e os ideais humanitários da catarinense que, mesmo 172 anos após sua morte, seguem inspirando uma legião de admiradores.

Planejado há mais de 2 anos por centenas de pessoas integrantes de órgãos públicos e entidades garibaldinas, o bicentenário de nascimento de Anita ganhou uma intensa programação a partir do mês de maio. Tubarão e Laguna, Uruguai, San Marino e Itália, países onde Anita e Giuseppe fizeram história, além de cidades do Rio Grande do Sul, realizaram encontros virtuais e uma série de eventos que resgataram a memória do casal Garibaldi.

Tubarão encerrou as festividades com a apresentação de teatro do grupo Entrepalcos e da cantora Vera Viana. O lançamento do livro Santa Catarina – Um Estado Feminino, do prefeito Joares Ponticelli, também lembrou Anita Garibaldi, protagonista da obra junto com outras seis mulheres que, em diferentes épocas, deram sua contribuição.

“Importante marcar essa data em grande estilo, são eventos em dezenas de lugares. Anita é uma mulher muito à frente de seu tempo, com os seus ideais republicanos, de justiça social e participação efetiva da mulher na vida social e política. Ela fez enfrentamentos que precisamos ainda aprender e disseminar, ideias de 200 anos que são tão vivos até hoje. Muito antes de quando ainda pouco se falava no combate à escravidão, Anita já tinha esses princípios e mostrava sua indignação ao presenciar leilão de negros. Os heróis não morrem, os ideais dela não morreram. A pessoa faleceu muito jovem, mas suas ideias continuam. A nossa contribuição no livro Santa Catarina – Um Estado Feminino é uma forma de reverenciar essas mulheres à frente de seu tempo e na pessoa de Anita nós abrimos esses sete capítulos que falam dessas mulheres que até hoje servem de inspiração para todos nós catarinenses”, destacou o prefeito Joares Ponticelli.

Ainda pela manhã, o prefeito Joares participou de maneira online de uma sessão especial do Senado Federal que celebrou os 200 anos de nascimento da heroína. O evento presidido pelo senador Esperidião Amin também teve a participação do prefeito de Laguna, Samir Ahmad, e do ex-prefeito lagunense e escritor Adílcio Cadorin.

Ainda no sábado (28), em Laguna, representantes de Laguna e de Tubarão realizaram uma videoconferência sobre o bicentenário com autoridades da região da Emilia Romagna. Pouco depois, a escritora Edla Zim realizou o lançamento da obra infantojuvenil “O livro de Anita”.

A Fundação Municipal de Cultura de Tubarão também lançou o vídeo “De Aninha a Anita – 200 anos de história”. O material com 4min34s está no canal oficial do município no YouTube.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Governo de Tubarão