Uma Roda de Conversa realizada na tarde desta sexta-feira (27), que contou com a presença de diversas autoridades, encerrou a programação do Agosto Lilás, mês dedicado à conscientização pelo fim da violência contra a mulher.

De modo coordenado, desde o dia 12 de agosto, a Fundação Municipal de Desenvolvimento Social e o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher promoveram várias atividades com o objetivo de discutir temas relacionados ao enfrentamento da violência contra as mulheres em suas diferentes formas.

As ações coincidiram com a celebração dos 15 anos da Lei Maria da Penha, Lei nº 11.340/2006, considerada legislação de referência em todo o mundo no combate a esse tipo de violência.

Além da Roda de Conversa, ao longo do mês, ocorreram apresentação de vídeos sobre os tipos de violência e “Não confunda amor com abuso!” e o 1º Seminário “Não se Cale”, promovido pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara de Vereadores de Tubarão.

O juiz da Vara da Violência Doméstica da Comarca de Tubarão, Maurício Fabiano Mortari, foi um dos que participou da Roda de Conversa. Durante sua fala, relatou as principais conquistas e alterações que a Lei Maria da Penha sofreu ao longo dos anos, mas, reconheceu que são necessários ainda muitos ajustes para que, de fato, possa ter um resultado efetivo. “Todos os órgãos têm que ter o mesmo olhar de acolhimento para que a mulher não se sinta desmotivada a fazer as denúncias. A Lei Maria da Penha trouxe esses mecanismos para a proteção da mulher, conferiu muita proteção, medidas preventivas, que foram fundamentais, mas precisamos avançar mais, principalmente na fiscalização”, alertou.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Governo de Tubarão