Com o objetivo de promover o debate e a necessidade do conhecimento sobre Adoção, será promovida no próximo dia 27, a 3ª edição do Conversando sobre adoção. O evento ocorrerá no salão nobre da UniSul e terá início às 19h30. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas por meio do site htpps:// forms.gle/eq6C2a3LMv9uHQs38.

As palestrantes convidadas são a psicóloga forense da comarca de Tubarão, Leda Maria Pibernat P. da Silva e a advogada e professora universitária Patrícia Fileti, especialista em direito de família. Leda Maria irá ministrar sobre a ‘importância da preparação da família para a adoção’ e Patrícia abordará o tema ‘aspectos jurídicos da adoção’.

O evento é direcionado a profissionais de instituições de acolhimento, famílias com crianças acolhidas e famílias interessadas em adotar, estudantes e profissionais de diversas áreas ligadas à infância e à adolescência, rede de proteção e garantia de direitos e interessados em geral. A iniciativa é de realização do Grupo Filhos para sempre com o apoio da Comissão da Mulher Advogada e do Poder Judiciário de Santa Catarina comarca de Tubarão e com a participação do curso de Direito da UniSul de Tubarão.

De acordo com dados do Conselho Nacional de Justiça, que gere o Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento (SNA), existem quase 34 mil crianças e adolescentes abrigadas em casas de acolhimento e instituições públicas por todo país. Destas, 5.040 estão totalmente prontas para a adoção. São milhares de pequenos cidadãos e jovens à espera de uma nova família, de um ambiente amoroso e acolhedor em que se sintam seguras e onde tenham a chance de crescer de forma saudável e pacífica.

Na outra ponta, são 36.437 pessoas interessadas em adotar uma criança. Mas a conta não fecha porque 83% das crianças têm acima de 10 anos e apenas 2,7% dos pretendentes aceitam adotar acima dessa faixa etária, calcula o CNJ.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul