Na sexta-feira (29 de março), a Polícia Militar de Balneário Camboriú atendeu um chamado da Escola Estadual Ruizelio Cabral, sobre um suposto planejamento de atentado contra alunos da instituição De acordo com o Portal O Atlântico, dois colegas estariam planejando matar outros estudantes. Eles foram abordados pelos agentes e negaram o plano de ataque.

Segundo os dois suspeitos, eles gostavam de coisas militares e praticavam airsoft. A partir desta segunda-feira (01), a escola terá a presença de policiais na entrada e saída.

Após depoimento dos dois suspeitos, os policiais foram às casas dos adolescentes e encontraram vários objetos vinculados às ideias extremistas e militares, além de um artefato explosivo e munições.

O Conselho Tutelar também, foi acionado e os menores foram conduzidos a delegacia por posse ou porte ilegal de uso restrito e posse ou porte de artefato explosivo ou incendiário. Em Camboriú um aluno de uma escola no bairro Monte Alegre também foi apreendido com uma faca.