Zahyra Mattar
Orleans

Uma tragédia marcou a celebração da passagem do ano da família Coelho, de Orleans. Todos preparavam-se para brindar a chegada de 2009 quando o radialista Vanderli Coelho, 36 anos, foi vítima de uma forte descarga elétrica. Ele estava na casa de amigos na praia do Campo Bom, em Jaguaruna, quando o incidente ocorreu.

Vanderli jogou futebol e tomou banho de mar, no fim da tarde de quarta-feira. Ainda molhado e descalço, o radialista começou a instalar um aparelho de som. Ao mexer nos fios, ele levou um choque. Um sargento do Corpo de Bombeiros de Tubarão, que atua como guarda-vidas em Jaguaruna nesta temporada, trabalhava em um posto próximo à residência e tentou reanimar Coelho.

Quando o Auto Socorro de Urgência (ASU) chegou no local, Vanderli estava desacordado. No caminho para o Hospital de Caridade de Jaguaruna, novos procedimentos para tentar reanimar o radialista foram tentados, sem sucesso. O corpo foi encaminhado ao Instituto Geral de Perícias (IGP) de Tubarão e, posteriormente, liberado para os familiares.

O velório foi realizado inicialmente em uma capela no Centro de Orleans. Por volta das 16 horas, as homenagens e despedidas continuaram na localidade de Boa Vista, no interior da cidade, onde o radialista foi enterrado. Mais de uma centena de pessoas acompanharam o cortejo. Vanderli era bastante conhecido em Orleans e região. Ele apresentava o programa Ronda Policial da Rádio Guarujá, do município.