Trabalhadores da Magapavi atuam na confecção das calçadas nas proximidades da praça do Villa e do posto salva-vidas número 3. Previsão é que a obra fique pronta até julho de 2013  - Fotos: Prefeitura de Laguna/Divulgação/Notisul
Trabalhadores da Magapavi atuam na confecção das calçadas nas proximidades da praça do Villa e do posto salva-vidas número 3. Previsão é que a obra fique pronta até julho de 2013 - Fotos: Prefeitura de Laguna/Divulgação/Notisul

Laguna

A orla do Mar Grosso, um dos principais balneários de Laguna, não é mais a mesma. Os trabalhos de revitalização dos 2.250 metros entre a praia do Iró e os Molhes da Barra, imprimiram outra ‘cara’ para o lugar. No momento, os serviços estão concentrados na região entre a praça do Villa e posto salva-vida número 3.

 
Nas proximidades dos Molhes e o posto salva-vida número 2, o novo calçadão já está pronto e confere um visual mais amplo, limpo e organizado à praia. Neste trecho foi implantada a drenagem, os pavers e as calçadas. No espaço do Molhes, poderá ser realizado pequenos eventos, feiras e exposições.
 
O canteiro central da rua também já foi diminuído para servir de estacionamento. Quem trafega em sentido ao Iró, deve utilizar a pista da direita. Conforme o secretário de planejamento urbano da prefeitura, Luis Miguel Durek, as obras avançam em ritmo acelerado, especialmente  em função do tempo, que segue firme e sem chuva acentuada.
 
“Os aparelhos de ginástica retirados da orla serão recolocados nas proximidades do posto da Polícia Militar, na praça do Villa, assim que os trabalhos neste ponto forem finalizados”, antecipa o secretário.
 
A execução do projeto de revitalização da orla do Mar Grosso é assinada pela empresa Magapavi. O investimento na obra será de R$ 1,950 milhão e o prazo de conclusão é julho do próximo ano. Deste total, R$ 233.850,69 mil referem-se à contrapartida da prefeitura. O restante foi viabilizado por meio de uma emenda parlamentar da então senadora Ideli Salvatti (hoje ministra das relação institucionais).
 
O projeto prevê calçadão de quatro metros de largura, ciclovia de 2,3 metros e 804 vagas de estacionamentos. Ao todo, 155 palmeiras real serão plantadas entre a pista para veículos e a ciclovia.