Assim que o árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza soou o apito final, os torcedores do Criciúma começaram os protestos. Palavras de ordem contra os jogadores e até tentativa de invasão ao vestiário acabaram acontecendo. Nos cânticos, o principal alvo era a diretoria. “Dal Farra, vai se f****, com esse time vai cair para a Série C” e “Volta, Angeloni” foram as principais músicas.

Em frente ao portão 1, próximo à Loja Tigre Maníacos, um cordão policial fez o isolamento para proteger o vestiário. Torcedores esperavam para conversar com os atletas e estavam bastante alterados.

O centroavante Zé Carlos parou o carro, na saída principal, desceu e partiu para a briga com os torcedores, gerando um principio de tumulto. A polícia interveio e até um tiro foi disparado. 

A confusão continuou próximo à sede da barra Os Tigres com o jogador e alguns torcedores trocando empurrões e quase chegando aos socos.

 “Estou saindo com os meus filhos e jogam uma pedra no carro. Se acontece alguma coisa com alguém? O que eu faço? Eu não tenho culpa sozinho, tem que cobrar atitude dos outros jogadores também”, disse o atacante para a rádio Eldorado.

Criciúma empata e conquista seu primeiro ponto

Precisando vencer no Campeonato Brasileiro da Série B o Tigre recebeu o Juventude em casa pela sexta rodada. Mas quem começou pressionando foram os Gaúchos que chegaram com perigo apenas aos 20 minutos da primeira etapa. Choco recebeu a bola na área e chutou forte. Luiz fez um milagre. Seis minutos depois o Tigre chegou com perigo em falta de Alex Maranhão, mas o goleiro do Juventude faz grande defesa. O Criciúma aumentou a pressão. Marlon pegou rebote de Fred e chutou forte, mas a bola tira tinta da trave direita de Cavichioli e sai. Assim terminando o primeiro tempo.

Aos sete minutos da segunda etapa Sueliton cruzou para Alex Maranhão, que chegou cheio de estilo, mas chuta longe do gol de Matheus Cavichioli. Aos 14 minutos Choco chegou com perigo novamente, mas foi parado em boa defesa de Luiz. No restante se viu poucas chances de gol criadas em ambos os lados e uma sequência de expulsões. Primeiro aos 34 minutos Marlon do Criciúma saiu mais cedo, após pisar nas costas de Fellipe Mateus. Aos 41 Neuton levou o segundo amarelo e, em consequência, também é expulso. Um minuto depois Fred levou vermelho por chutar a cara de Andrew. E assim saiu o primeiro ponto do Tigre no Campeonato.