Sylvestre Cambe, vencedor do Emmy por duas oportunidades, palestra em Tubarão hoje à noite  -  Foto:Rafael Andrade/Notisul
Sylvestre Cambe, vencedor do Emmy por duas oportunidades, palestra em Tubarão hoje à noite - Foto:Rafael Andrade/Notisul

Tubarão

Tubarão recebe, hoje, a partir das 20 horas, no auditório do Art Hotel, um dos ganhadores do prêmio Emmy Awards (duas vezes), e uma figura que respira vida, aventura, essência, sentimentos, paixão pelo trabalho, pelas imagens, pelo mar, ar e terra. O alemão Sylvestre Cambe palestra para um seleto grupo de cerca de 100 espectadores. O europeu também pode ser definido por vários outros gentílicos, já que conhece praticamente todos os países do mundo. “Faltam 28 nações para eu completar esta lista”, almeja. E este projeto já está curso.

Então, até que seja reiniciada mais uma grande expedição deste visionário por arte, por cultura, pelos povos, um pouco da sua vasta experiência poderá ser conferida na Cidade Azul. O encontro é organizado e promovido pela Empty e pela Agência Duo Comunicação, empresas de Tubarão. A parceria já tinha sido firmada em outubro do ano passado, quando Sylvestre palestrou para cerca de 200 pessoas no auditório do Tourist Hotel.

Responsável por produções especiais como Xingu, do Fantástico, e participações especiais no Globo Repórter, o alemão, que se especializou em pilotagem de paramotor, tem sete programas no Canal Off. Começou como cinegrafista, passou à direção de fotografia e diretor de documentários, além de criar a sua própria produtora. “Faço questão de trazer, nesta minha nova etapa de vida, as palestras, o tema ‘ser aventureiro’ como um dos principais a ser debatido. Todos têm a dificuldade, o lazer ou a necessidade da sua aventura, seja no dia a dia ou por um período”, observa o viajante.

Sylvestre Campe, 49, nasceu na Alemanha e vive no Brasil há 25 anos. Dirige e fotografa longas-metragens, documentários e peças publicitárias. Dirigiu e fotografou para canais brasileiros, internacionais e emissoras europeias. Passou sete anos entre sua infância e adolescência com a família em um veleiro viajando ao redor do mundo, enquanto seu pai, também cineasta, produzia documentários. Desembarcou nos EUA, onde estudou cinema na Rhode Island School of Design, formar-se e escolheu o Brasil como base para viver e trabalhar. Ele mora no Rio de Janeiro, mas foi em Santa Catarina que decidiu iniciar a sua carreira de palestrante.