Foto: Marcelo Becker/Decom/PMT

A Fundação Municipal de Saúde (FMS), executa desde o início da pandemia de Covid-19 a realização de exames para a detecção do novo coronavírus no município. Por aquisição de testes rápidos, doação e exames feitos de maneira particular, cerca de 18% da população tubaronense foi testada neste período.

Do total dos testados, apenas 22% registraram a confirmação da doença e 78% estavam negativos para Covid-19. Atualmente, conforme o painel de dados da Covid-19 no município, mais de quatro mil habitantes contraíram a doença, a maioria deles, já “curados”, representando 80% deste número e 20% ainda com o vírus ativo.

As equipes realizam diariamente testagem nos habitantes. Seja por casos mais urgentes, como mutirões de contatos próximos e as ações realizadas semanalmente, desde 25 de julho, em funcionários de empresas com casos da doença. “O objetivo é testar cada vez mais a população, descobrindo os positivos e os isolando, e, consecutivamente, evitando transmissões e aumento de casos no município”, informa o diretor-presidente da FMS, Daisson Trevisol.

Desde o início da pandemia, mais de 19 mil testes e exames foram aplicados na cidade. Considerando uma população de aproximadamente 106 mil pessoas, teríamos uma testagem de aproximadamente 18% da população. Há que se diminuir desse cálculo algumas testagens duplas que são realizadas, em alguns casos, como com os profissionais de Saúde, ou retestagem de exames inconclusivos.

 

Entre os exames ofertados pela Fundação Municipal de Saúde, são mais de 15 mil testes realizados:

Adquiridos pelo município: 9.056
Fornecidos pelo Estado: 915
PCR realizados pelo Lacen: 4.932

Dos realizados de maneira particular, são:
Testes rápidos: 3.232
PCR: 669
Sorológico, coleta de sangue total: 231
Pesquisa de antígeno, exame semelhante ao PCR: 138