O sonho da casa própria. A realidade de muitos brasileiros. Foi em busca deste objetivo, que Cláudio Rodrigues, de 41 anos, e a sua esposa Adilma Rodrigues, de 35, juntos há mais de 15 anos, foram morar com sua filha Clara, de 10 anos, no condomínio onde dois prédios desabaram nesta sexta-feira, na comunidade da Muzema, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Eles foram socorridos com vida pelos bombeiros, mas, no hospital, Cláudio acabou não resistindo aos ferimentos.

“Morar ali era a realização de um sonho para eles”, contou o cunhado de Cláudio, que se identificou como Gutemberg.

Ele conta que eles se mudaram exatamente porque onda viviam, sofreram com as chuvas do último grande temporal em fevereiro.

“Na chuva de fevereiro a rua deles alagou. Foi um caos. Eles queriam muito se mudar para ter um sossego”, acrescentou.

Cláudio era secretário na Associação de Moradores da Muzema e morava em um dos apartamentos com a esposa Adilma e a filha Clara, de 10 anos, somente há uma semana. Parentes contaram que Cláudio vendeu o carro para pagar parte do apartamento e estava acertando o restante. Após a confirmação da morte, o cunhado, emocionado, lamentou.

“Tínhamos esperança de que ele ia sair dessa. Muita tristeza. E agora, vamos continuar torcendo para que a Adilma consiga sobreviver”.

Clara, a filha do casal, com ferimentos leves, teve alta na tarde desta sexta no Hospital da Unimed, na Barra da Tijuca.